Damien Poullenot / WSL
Damien Poullenot / WSL

Filipe Toledo vence australiano na final e fatura etapa do Rio do surfe

Com o resultado, brasileiro vai ao segundo lugar no ranking geral, atrás apenas de Julian Wilson

Estadao Conteudo

18 Maio 2018 | 12h38

O título da etapa do Rio do Circuito Mundial de Surfe ficou em casa. Nesta sexta-feira, com uma atuação praticamente perfeita na grande final contra o australiano Wade Carmichael, o brasileiro Filipe Toledo conquistou o título do evento disputado na praia de Saquarema.

+ Etapa de Margaret River do Circuito Mundial de Surfe será concluída em Bali

Filipinho teve grande desempenho durante todo o evento brasileiro, tanto que havia conseguido uma nota 10 para se classificar às quartas de final. E ele quase conseguiu repetir uma onda perfeita na disputa pelo título com Carmichael ao obter a nota 9,93 - três dos cinco juízes, inclusive, a definiram como 10.

Isso ocorreu após Filipinho ter um revés logo no início da bateria decisiva, com a sua prancha se quebrando, o que o levou a trocá-la. Mas isso não o abalou e ele venceu a final até com uma certa facilidade, tanto que o brasileiro ainda conseguiu outra nota alta - 7,17 -, fechando a briga pelo título com 17,10.

Carmichael, por sua vez, fez um somatório de 8,00, com 3,67 e 4,33 nas suas melhores ondas. Foi, então, muito pouco para impedir que Filipinho vencesse pela sexta vez uma etapa do Circuito Mundial de Surfe, sendo que ele nunca perdeu uma final. Além disso, foi a segunda conquista do brasileiro no Rio, onde havia sido campeão em 2015.

Esse triunfo coloca Filipinho na vice-liderança do ranking com 18.075, atrás apenas do australiano Julian Wilson, o primeiro colocado do campeonato com 19.415 pontos. E Filipinho é seguido por outros dois brasileiros, com Italo Ferreira na terceira posição, com 14.995 pontos, e Gabriel Medina em quarto lugar, com 14.160. Michael Rodrigues é outro brasileiro entre os dez melhores, na sétima posição, com 11.575.

A próxima etapa do Circuito Mundial de Surfe será a de Bali, na Indonésia. E a janela reservada para a sua realização vai de 27 maio até 9 de junho.

OUTRAS FASES

A etapa do Rio foi retomada nesta sexta-feira em Saquarema com a disputa das quartas de final em Saquarema. E Filipinho acabou sendo o único brasileiro a avançar às semifinais, tendo passado às semifinais em uma bateria de alto nível, em que passou pelo norte-americano Kolohe Andino por 13,84 a 11,93, sendo que na sua melhor onda conseguiu a nota 7,67.

Nas outras três baterias das quartas de final, os brasileiros foram eliminados. Michael Rodrigues caiu para o australiano Julian Wilson por 11,20 a 9,83. Gabriel Medina não conseguiu surfar boas ondas na sua bateria e acabou perdendo por 11,40 a 3,63 por Carmichael. Já o havaiano Ezekiel Lau passou por Yago Dora por 12,86 a 8,30.

Nas semifinais, então, Filipinho sobrou diante do Wilson, batido por 16,37 a 5,63, sendo que ele conseguiu notas 8,67 e 7,70 nas suas melhores ondas. Já Carmichael avançou à decisão em Saquarema ao passar por Lau com 13,17 a 9,27.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.