Marcio Fernandes/Estadão
Marcio Fernandes/Estadão

Filipinho e Mineirinho vencem na repescagem e sonham com título

Dupla não teve dificuldade contra Bruce Irons e Jack Robinson

PAULO FAVERO, Enviado especial ao Havaí, Estadão Conteúdo

11 de dezembro de 2015 | 17h53

Filipe Toledo não tomou conhecimento de Bruce Irons na repescagem do Pipe Masters, e avançou para a terceira fase, evitando uma eliminação precoce na última etapa do Circuito Mundial de Surfe. Já Adriano de Souza, o Mineirinho, eliminou a revelação Jack Robinson e ambos continuam com chances de título mundial de surfe na etapa do Havaí, em Pipeline.

Filipinho pegou uma primeira onda ruim, mas depois se recuperou, surfou três boas ondas enquanto o experiente Irons não conseguia se acertar no mar pequeno. Surfando com consistência, o brasileiro fez 14,23 contra 5,07. "Quando era criança, eu via muito o Bruce surfar e para mim é uma honra competir contra ele. É como ganhar um campeonato", afirmou Filipinho.

O brasileiro bateu na trave no dia anterior e teve de disputar a repescagem no desespero, ciente de que uma derrota colocaria fim ao sonho do título mundial. Mas ele manteve o foco e se manteve vivo na disputa. "Minha família está aqui, estou muito feliz, procurando me divertir e espero seguir adiante", avisou.

Adriano de Souza, por sua vez, acelerou no final da bateria e fez o suficiente para ficar à frente do australiano Jack Robinson por 13,10 a 12,50 e garantir presença na terceira fase. Com isso, manteve também o sonho de ser campeão mundial em 2015.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.