Arquivo pessoal
Arquivo pessoal

Filipinho está confirmado na disputa do Hang Loose Pro em Fernando de Noronha

Surfista chega como o principal destaque da competição que será realizada na Praia da Cacimba do Padre entre 11 e 16 de fevereiro

Andreza Galdeano, O Estado de S.Paulo

05 de fevereiro de 2020 | 18h24

Filipe Toledo terminou a temporada passada na quarta colocação no ranking da WSL (Liga Mundial de Surfe, na sigla em inglês) e agora começa o ano de 2020 confirmando presença no Oi Hang Loose Pro Contest, em Fernando de Noronha, que tem início na próxima terça-feira (11). O surfista chega como o principal destaque da competição que será realizada na Praia da Cacimba do Padre até o dia 16 de fevereiro. 

"Começar a o ano competindo em Noronha vai ser bem legal. É um lugar especial para mim, onde comecei a minha carreira no cenário mundial de surfe e acho que vai ser um ótimo treino se as ondas aparecerem. Pode ser uma ótima preparação para ondas tubulares e começar o ano bem no ritmo de competição", comenta Filipinho, que fez a sua estreia no local aos 13 anos.

O torneio abre a temporada na América Latina e garante ao vencedor 5 mil pontos no ranking do QS, a divisão de acesso, além de faturar US$ 15 mil, cerca de R$ 63,4 mil na cotação atual. Filipinho garante que vai aproveitar a competição e mira o troféu. "Em primeiro lugar, quero me divertir. É um campeonato sem pressão para mim, então vou curtir, aproveitar, mas claro sempre vou buscar a vitória", disse.

Filipinho sonhou com o título mundial no ano passado, mas acabou sendo eliminado na terceira fase do Pipe Masters e viu o amigo Italo Ferreira garantir a vitória. "Gosto muito da onda da Cacimba, que quebra perto da praia, é tubular e boa para aéreo também. Então, de alguma forma, deve se encaixar no meu surfe", complementa o sufista.

Além dele, Jadson André, campeão no ano passado, Yago Dora e Miguel Pupo estão confirmados na competição em Fernando de Noronha. 

Tudo o que sabemos sobre:
surfeFilipe Toledo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.