Cliff Hawkins/AFP
Cliff Hawkins/AFP

Sete países querem receber Mundiais de natação de 2025 e 2027

Federação internacional revela que Austrália, China, Hungria, Rússia, Sérvia, Ucrânia e Estados Unidos demonstram interesse no evento

Estadão Conteúdo

30 de novembro de 2018 | 16h26

A Federação Internacional de Natação (Fina) revelou nesta sexta-feira que sete países demonstraram interesse em receber o Mundial em 2025 e 2027. As duas edições do campeonato terão suas sedes escolhidas de forma conjunta.

Os países candidatos a receber o Mundial de Esportes Aquáticos são Austrália (Melbourne), China, Hungria (Budapeste), Rússia (Kazan), Sérvia (Belgrado), Ucrânia e Estados Unidos (Greensboro).

Melbourne e Budapeste receberam edições recentes do grande evento em 2007 e 2017, respectivamente. Kazan foi sede em 2015. China e Ucrânia não apontaram cidades específicas para receber o campeonato.

Os dois países têm até o 17 de junho de 2019 para definirem as cidades que serão as candidatas. O comitê de gestão da Fina vai decidir as futuras sedes dos dois Mundiais nos dias 11 de julho.

O próximo Mundial, disputado a cada dois anos, está marcado para julho do próximo ano, em Gwangju, na Coreia do Sul. Em 2021, a sede Fukuoka, no Japão, entre julho e agosto. E, em 2023, o grande evento será realizado em Doha, no Catar, no mês de outubro.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.