Fina é o primeiro organismo a aceitar novo código antidoping

Implementação das novas regras, no entanto, acontece somente no dia 1.º de janeiro de 2009

EFE

08 de abril de 2008 | 15h44

A Federação Internacional de Natação (Fina) foi o primeiro organismo internacional esportivo a incorporar a seus regulamentos o novo código antidoping, após uma votação unânime de todos os delegados presentes no congresso extraordinário realizado nesta terça-feira, em Manchester, na Inglaterra.O novo código antidoping entrará em vigor nas competições da Fina a partir de 1º de janeiro de 2009. Além disso, no congresso foram aprovadas, entre outras medidas, uma série de regras para garantir a segurança e a proteção da saúde de todos os nadadores.TRAJE ACEITO; BLOCO, AINDA NÃOAlém de aprovar o novo código antidoping, a Fina decidiu adiar a introdução de um novo bloco de partida, pelo menos até a realização dos Jogos Olímpicos de Pequim. As autoridades acreditam que as competições estão muito próximas para a realização de alguma alteração. Os novos blocos de partidas permitem aos nadadores começarem as provas como os corredores no atletismo, empurrando um bloco angulado.  Já o maiô LZR Racer, da Speedo, como divulgado anteriormente pelo Estado, não foi considerado "doping" por parte da Fina, que liberou sua utilização. (com AE)

Tudo o que sabemos sobre:
Finanataçãocódigo antidoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.