Final do handebol termina em pancadaria com argentinos

Socos, pontapés e empurrõestomaram a quadra na final do handebol masculino doPan-Americano entre Brasil e Argentina, neste domingo, quandoos jogadores do banco brasileiro começaram a festejar a medalhade ouro antes do fim da partida. Vencida por 30 x 22 pelo Brasil, a partida foi todadisputada com muita rispidez entre os dois times e, em váriosmomentos, os ânimos se exaltaram. A confusão final começouquando restavam 21 segundos para o encerramento do jogo e osreservas brasileiros já festejavam o bicampeonato pan-americanosobre os rivais. Os jogadores argentinos que estavam na quadra partiram paracima do banco brasileiro e os jogadores se envolveram numatroca generalizada de agressões. Alguns torcedores invadiram aquadra durante a pancadaria e a confusão só acabou com aintervenção de homens da Força Nacional de Segurança. Vários minutos depois, quando a partida estava pronta a serreiniciada, o brasileiro Silvinho, que saiu da quadra com umhematoma no rosto, quis reiniciar a briga e precisou sercontido por outros jogadores e funcionários da organização. Quando o jogo foi finalmente retomado, três jogadores doBrasil e dois da Argentina haviam sido suspensos e osbrasileiros apenas trocaram passes esperando o fim do jogo.Antes do encerramento, os argentinos já cumprimentavam osbrasileiros. A confusão intimidou o início da comemoração por parte dosbrasileiros, que só se reuniram para vibrar bem depois do finaldo jogo. Antes da confusão, a torcida que lotou a quadra noRiocentro vinha provocando bastante os argentinos, inclusivelembrando a vitória do Brasil na Copa América de futebol daVenezuela, no domingo passado, entoando cantos de "vice denovo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.