Fla deixa Botafogo em má situação

Em dia de emoção pelas vítimas da chacina de Realengo, Thiago Neves faz os gols da vitória[br]rubro-negra por 2 a 0

Bruno Lousada / RIO, O Estado de S.Paulo

11 de abril de 2011 | 00h00

Antes de a bola rolar no clássico de ontem entre Botafogo e Flamengo, uma cena comovente: o menino Iago Dias, sobrevivente do massacre na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, zona oeste do Rio, entrou em campo de mãos dadas com Ronaldinho Gaúcho, seu ídolo, e cumprimentou todos os atletas. Ele vestia uma camisa branca do Flamengo, com o nome dos assassinados escrito nas costas.

Além disso, foi observado um minuto de silêncio em memória das vítimas. O Flamengo pisou no gramado carregando uma faixa de homenagem às vítimas, com se lia: "Alô, Alô Realengo! Aquele abraço solidário do Flamengo"". O Botafogo vestiu camisa preta, em sinal de luto.

Em campo, a equipe rubro-negra praticamente eliminou o Botafogo do Campeonato Carioca ao vencê-lo por 2 a 0, com gols de Thiago Neves.

Enquanto o Flamengo conquistou antecipadamente a vaga na semifinal, o time alvinegro precisa vencer o América na última rodada e ainda depende de outros resultados, para avançar de fase - está com apenas 11 pontos, três a menos que Fluminense e Olaria no Grupo B.

Flu goleia. O Fluminense precisava vencer ontem o Americano para não complicar sua vida na Taça Rio. O atacante Fred chegou a dizer que o "bicho iria pegar" se a equipe não reagisse. Mesmo pressionado, o Flu goleou o adversário por 5 a 1, em Macaé. Com isso, retomou a liderança do Grupo B e só depende de si para obter uma vaga na semifinal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.