Fla perde a chance de ser líder sozinho

Time abre 2 a 0 no Figueirense, mas permite a reação do rival e segue empatado na ponta com o Corinthians

Júlio Castro / FLORIANÓPOLIS, O Estado de S.Paulo

15 de agosto de 2011 | 00h00

O Flamengo perdeu a chance de terminar a rodada na liderança isolada do Brasileiro. Com o empate do Corinthians no Pacaembu, o time rubro-negro poderia ter ficado dois pontos à frente do rival, mas apenas empatou com o Figueirense por 2 a 2, em Florianópolis, e agora está com os mesmos 34 pontos da equipe paulista, mas segue na 2.ª colocação por ter um triunfo a menos.

O controle emocional pesou negativamente ao Flamengo, que recebeu cinco cartões amarelos. Um deles, Ronaldinho Gaúcho, tornou-se desfalque para a próxima rodada, quinta-feira, contra o Atlético-GO.

A cautela foi a característica empregada pelas duas equipes nos minutos iniciais do jogo. Um pouco mais ousado, o Figueirense chegou a marcar, só que com o meia Fernandes impedido aos oito minutos. Diante de um adversário equilibrado em sua defesa, o alvinegro se mostrou intenso e, com a posse de bola, optou por investidas pelas laterais.

Mas, aos 37 minutos, Ronaldinho Gaúcho mostrou sua estrela, livrou-se de dois marcadores e rolou para Leo Moura, que cruzou na cabeça de Deivid: 1 a 0.

Diferentemente da postura cautelosa do início do primeiro tempo, o Flamengo voltou do intervalo mais agressivo. Aos 6, Deivid marcou de novo.

Dois minutos depois foi a vez de o atacante Somália brilhar. No seu jogo de estreia, ele diminuiu para o Figueirense. Aos 25, na base pressão, o time conseguiu o empate, com Edson Silva.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.