Fla vence com gol do goleiro Bruno Ele fez, de falta, o primeiro nos

2 a 0 sobre o Coronel Bolognesi

O Estadao de S.Paulo

24 de abril de 2008 | 00h00

Não foi nem perto do que time e torcida esperavam, mas o Flamengo derrotou o Coronel Bolognesi por 2 a 0, ontem, no Maracanã, pela Libertadores, e terminou na liderança do Grupo 4, com 13 pontos e com a segunda melhor campanha da primeira fase - o Nacional fez 3 a 1 no Cienciano e ficou com 12. O herói da noite foi o goleiro Bruno, que marcou o primeiro gol, de falta, quando o jogo estava complicado para os rubro-negros.Bruno se tornou o personagem da partida aos 37 minutos do segundo tempo, na cobrança de falta próximo à área. O goleiro bateu com categoria, encobrindo a barreira e deixando imóvel o goleiro peruano.Até então, o Flamengo trocava passes, tabelava, invadia a área peruana, mas, na hora da conclusão, falhava. A melhor chance foi uma cabeçada de Marcinho na trave, aos sete minutos, após boa jogada entre Leonardo Moura e Kléberson.Com as ausências de Renato Augusto e Ibson, poupados com dores musculares, Joel puxou o lateral-direito para o meio, onde tentava exercer a função de armador. Já o meia Kléberson jogava como ponta-direita. Não deu muito certo, pois Leonardo Moura jogava muito mal.Precisando de cinco gols para ser o time de melhor campanha, o Flamengo mostrava muita disposição mas pouca eficiência, contra a melhor defesa da competição. O Coronel Bolognesi havia sofrido apenas três gols em cinco jogos.Já no final, porém, veio do gol de Bruno e ainda houve tempo de Obina ampliar, aos 43 minutos, depois de boa jogada de Marcinho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.