Flamengo admite missão complicada em Florianópolis

Contra Figueirense, time de Luxemburgo defende invencibilidade e tenta seguir na briga para ser líder

Leonardo Maia / RIO, O Estado de S.Paulo

14 de agosto de 2011 | 00h00

A cada vez que entra em campo, o Flamengo carrega consigo uma dupla responsabilidade sobre os ombros: manter-se na briga pela liderança e preservar a invencibilidade no Campeonato Brasileiro, que já virou uma atração à parte. Tudo isso está em jogo contra o Figueirense hoje, às 16 horas, em Florianópolis

Prova de que o time rubro-negro virou o alvo mais cobiçado pelos adversários está no fato de que todos os ingressos para a partida foram vendidos com grande antecedência. Com capacidade para 19.950 torcedores, o estádio Orlando Scarpelli estará lotado pela primeira vez em 2011.

"Jogo complicado. Ganhar lá sempre é muito duro, sabemos que será difícil. Vejo como um dos jogos mais importantes", avalia Vanderlei Luxemburgo.

Thiago Neves sentiu a panturrilha esquerda durante treino na sexta-feira e vai ser acompanhado até minutos antes do jogo. Caso seja vetado, Bottinelli deve entrar. A esperada estreia de Alex Silva na zaga ainda não vai ocorrer.

Grêmio x Fluminense. Na teoria, o choque de tricolores hoje, às 18h30, em Porto Alegre, tem tudo para ser um bom espetáculo, pois os dos times precisam reagir. O Grêmio entra em campo sem o meia Douglas e o Flu vai de Fred no comando do ataque.

Os donos da casa querem acabar com a série de cinco jogos sem vitória e os cariocas tentam apagar a derrota por 3 a 0 para o lanterna América-MG. Hoje, mais dois jogos: Coritiba x Atlético-MG e Bahia x Internacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.