Staff Images/Flamengo
Staff Images/Flamengo

Flamengo ganha do Ceará, assume a liderança do Brasileirão e ameniza a crise

Vinicius Junior brilha e time faz 3 a 0 no Castelão, chegando a sete pontos - um a mais que Corinthians e Atlético-MG

Estadão Conteúdo

29 de abril de 2018 | 18h46

O Flamengo deve viver dias menos tensos na próxima semana graças às jovens promessas Vinícius Júnior e Lucas Paquetá. Os dois garotos brilharam e comandaram o novo líder do Campeonato Brasileiro na vitória sobre o Ceará por 3 a 0, neste domingo, pela terceira rodada. A Arena Castelão, em Fortaleza, recebeu mais de 51 mil pagantes, novo recorde da competição. Superou a vitória do próprio Flamengo sobre o América-MG por 2 a 0, quando o estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, na semana passada, recebeu 47 mil torcedores.

+ TEMPO REAL: Ceará x Flamengo

+ Confira a tabela do Brasileirão

A importante vitória dá um novo fôlego ao elenco, comissão técnica e diretoria rubro-negros, que sofreram com protestos nos últimos dias. Durante a semana, os jogadores sofreram pressão nos treinamentos e embarque para Fortaleza, quando torcedores quase agrediram alguns atletas, como o meia Diego, por conta da campanha irregular na Copa Libertadores.

Além de amenizar a crise, a vitória coloca o clube da Gávea na liderança isolada do Brasileirão. Os comandantes do técnico interino Maurício Barbieri seguem invictos com sete pontos. O Ceará, por sua vez, continua sem vencer, com apenas um ponto, dentro da zona de rebaixamento.

A pressão da torcida sobre o Flamengo no embarque parece não ter abalado os jogadores. Pelo contrário. Desde os primeiros minutos, o time tomou a iniciativa do jogo e atuou com uma intensidade acima da apresentada nos jogos recentes. A presença do meia Lucas Paquetá mais centralizado e Éverton Ribeiro aberto deu uma nova cara ao time.

Em compensação, o Ceará mostrou-se muito sólido na defesa desde os primeiros minutos. Dificultando, assim, as ações ofensivas dos cariocas. O time visitante chegou a apresentar quase 60% de posse, mas demorou a chegar com perigo.

A primeira chance clara aconteceu apenas aos 25 minutos. A zaga cearense tentou afastar bola cruzada na área, mas Lucas Paquetá pegou a sobra. Ele acertou um belo chute de primeira, de fora da área, e exigiu bela defesa do goleiro Everson.

Aos poucos, a melhor qualidade técnica do time da Gávea ficou evidente e as boas chances começaram a aparecer. O gol finalmente saiu aos 41 minutos. O volante Cuéllar deu lindo passe para o jovem atacante Vinícius Júnior. Ele deu um toque sutil sobre Everson para abrir o caminho da vitória.

O Ceará tentou adotar uma postura mais ofensiva no início do segundo tempo. O problema é que Vinícius Júnior estava em tarde inspirada e ampliou aos sete minutos. Lucas Paquetá rolou a bola para o lateral Rodinei na ponta direita. Ele cruzou rasteiro para o meio da área e a promessa flamenguista apenas empurrou para as redes.

O segundo gol deu mais tranquilidade aos cariocas, que diminuíram o ritmo. Mesmo assim, ainda conseguiram ampliar o marcador aos 25 minutos. Rodinei cruzou da direita, Lucas Paquetá raspou de cabeça e Diego, sozinho, cabeceou para as redes.

No próximo domingo, às 11 horas, o Ceará volta a campo para enfrentar o Corinthians, na Arena Corinthians, em São Paulo. Já o Flamengo recebe o Internacional no mesmo dia, às 16 horas, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Antes, porém, encara a Ponte Preta pelas oitavas de final da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, às 19h30, em Campinas (SP).

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 0 x 3 FLAMENGO

CEARÁ - Everson; Valdo, Luiz Otávio e Tiago Alves (Roberto); Arnaldo, Juninho, Richardson, Reina (Wescley) e Romário (Rafael Carioca); Felipe Azevedo e Arthur. Técnico: Marcelo Chamusca.

FLAMENGO - Diego Alves; Rodinei, Réver, Juan e Renê; Cuéllar (Jonas), Vinicius Junior, Lucas Paquetá (Jean Lucas), Diego e Éverton Ribeiro; Henrique Dourado (Lincoln). Técnico: Maurício Barbieri (interino).

GOLS - Vinícius Júnior, aos 42 minutos do primeiro tempo; Vinícius Júnior, aos 7, e Diego, aos 25 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Luiz Otávio (Ceará); Diego e Henrique Dourado (Flamengo).

ÁRBITRO - Anderson Daronco (Fifa/RS).

RENDA - R$ 1.636.169,00.

PÚBLICO - 51.952 pagantes (52.952 no total).

LOCAL - Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.