Flamengo vê chance para sair da crise

Bom resultado contra o Corinthians deve mudar o astral na Gávea, aposta Rogério Lourenço, interino que dirigirá a equipe hoje

, O Estado de S.Paulo

28 de abril de 2010 | 00h00

O técnico interino do Flamengo, Rogério Lourenço, quis evitar comparações entre os dois atacantes que são a grande atração do jogo desta noite, no Maracanã. Mas não deixou de fazer um alerta sobre o atleta mais temido pelo time carioca no clássico. "Em nenhuma circunstância se pode subestimar o potencial de Ronaldo."

Há uma preocupação clara de Rogério com Ronaldo. Assim como o técnico transmite confiança ao falar da capacidade de Adriano. "São dois jogadores fora de série", declarou o ex-zagueiro, que ainda citou Vagner Love como outro destaque.

Logo no início do treino, na Gávea, cinegrafistas tiveram de desligar os equipamentos para não registrar outra dor de cabeça do técnico. As bolas levantadas sobre a área flamenguista ditavam o ritmo da atividade. Receio das investidas da dupla de zaga corintiana formada por William e Chicão e uma tentativa de última hora para corrigir os erros do setor mais deficiente do time - a equipe tem sofrido muitos gols nessas jogadas.

O técnico também fez questão de reunir os jogadores no gramado para uma conversa amistosa, na qual reiterou que o jogo com o Corinthians pode representar um recomeço para o Flamengo, mergulhado numa crise que culminou com a demissão do técnico Andrade na semana passada.

Lourenço disse que tentou trabalhar o lado emocional do grupo, para deixar o Flamengo em condições de superar o Corinthians. Para tanto, conta com um forte aliado. "A torcida do Flamengo, com toda sua vibração, faz a diferença."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.