Flamengo vence Troféu José Finkel

Balanço do Troféu José Finkel, encerrado neste domingo, em Santos: 14 recordes brasileiros, 15 sul-americanos e mais 26 atletas (16 homens e 10 mulheres) na seleção brasileira para o 6º Mundial em Piscina Curta, em Moscou, em abril. Esse número é quase a metade de toda a delegação (55 atletas da natação, pólo aquático, saltos ornamentais, maratonas aquáticas e nado sincronizado) que disputou a última edição do Mundial, em julho, no Japão.O Troféu José Finkel foi a última competição de natação de 2001. E após 11 anos, o Flamengo conquistou o título - segue como o maior ganhador, com 11 vitórias. Travou disputa histórica com o Vasco, que lutava pelo tricampeonato. O Flamengo, que fez 2695,50 pontos, somou 10 a mais que o Vasco, mas tinha 34 atletas a menos que o rival: 52 a 86.A vitória veio na última prova, o revezamento 4 x 100 m, livre. O Vasco venceu, mas foi desclassificado por causa do escape de Carlos Jayme. O Flamengo (Nicholas dos Santos, Alexandre Massura, Rafael Mósca e André Cordeiro) levou o ouro, com 3min15s67.A vitória rubro-negra teve participação especial de Nicholas dos Santos e Monique Ferreira, que venceram os 50 m, borboleta. Nicholas, que bateu o recorde sul-americano nas eliminatórias (23s68), marcou 24s02. "Meu objetivo é ser finalista em Moscou." Monique marcou 28s14.Os resultados das finais dos 100 m, livre, definiram as equipes do 4 x 100 m, livre, para Moscou. Pela primeira vez na história, o Brasil vai a um Mundial com todos os integrantes do revezamento masculino 4 x 100 m, livre, e 4 x 100 m, medley, com índice também para as provas individuais. Gustavo Borges, Carlos Jayme, Rodrigo Castro e André Cordeiro formam o quarteto para 2002. No feminino, a equipe terá Rebeca Gusmão, Flávia Delaroli, Tatiana Lemos e Amara Silva.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.