Floyd Mayweather vence Victor Ortiz por nocaute e conquista cinturão

Decisão do título dos meio-médios pelo Conselho Mundial foi definido no quarto assalto

AE, Agência Estado

18 Setembro 2011 | 09h40

O norte-americano Floyd Mayweather Jr. voltou a lutar após 16 meses e conquistou uma vitória polêmica. Na noite de sábado, ele derrotou o compatriota Victor Ortiz em combate realizado no MGM Hotel, na cidade de Las Vegas, nos Estados Unidos, ao nocautear o adversário com um golpe controverso para faturar o cinturão do Conselho Mundial de Boxe (CMB) dos meio-médios.

No quarto round, Ortiz atingiu Mayweather com uma cabeçada. O juiz, então, separou os dois lutadores para que o combate continuasse. Com o adversário ainda com a guarda baixa, Mayweather acertou um golpe de esquerda e, em seguida, um de direita para derrubar Ortiz, que foi nocauteado quando faltavam 2 minutos e 59 segundos para o encerramento do round.

A vitória manteve uma impressionante invencibilidade de Mayweather, que agora acumula 42 triunfos. Ortiz, de 24 anos, perdeu o cinturão dos meio-médios do CMB na sua primeira defesa do título, conquistado em abril, diante do norte-americano Andre Berto. Agora, ele está em seu cartel com 29 vitórias, dois empates e três derrotas.

"Nós tocamos as luvas e estávamos lutando de novo, então lancei a esquerda e a direita após a separação. No ringue, você deve se proteger em todos os momentos", disse Mayweather, de 34 anos, que teve problemas fora do boxe recentemente e quase foi preso por agredir um segurança de e sua ex-esposa, e não lutava desde maio de 2010, quando venceu o norte-americano Shane Mosley.

A polêmica no round começou com Ortiz, que acertou intencionalmente uma cabeçada em Mayweather, o que lhe provocou uma punição, com a perda de um ponto. Além disso, ainda deu um beijo na bochecha do adversário. "Eu obedeci completamente o árbitro na separação. E, em seguida, bum, ele me cegou", disse.

OUTRAS LUTAS - Outros dois combates foram realizados na noite de sábado por cinturões do Conselho Mundial de Boxe, todos envolvendo lutadores mexicanos. Também em Las Vegas, Erik Morales superou Pablo César Cano por nocaute técnico pela categoria super-ligeiros. Já Saul Álvarez manteve o cinturão do peso médio-ligeiro ao vencer por nocaute técnico Alfonso Gomez em Los Angeles.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.