Flu pronto para fazer o jogo de sua história

O jogo mais importante da história do clube, do atual elenco e da comissão técnica. Assim o Fluminense definiu o duelo de hoje contra o São Paulo, no Maracanã. Como perdeu no Morumbi por 1 a 0, a equipe das Laranjeiras precisa vencer por dois gols de diferença para eliminar o rival e ficar mais perto de conquistar o inédito título. "É um encontro de gigantes. No Maracanã, a história será diferente", provocou o técnico Renato Gaúcho. A torcida tricolor também abraçou a causa e prometeu fazer muito barulho no Maracanã, que estará lotado - mais de 70 mil ingressos (dos 78 mil) foram vendidos e cerca de 50 mil apitos serão distribuídos aos torcedores, para colocarem o time paulista sob pressão. A maior preocupação do Fluminense é com o atacante Adriano. Machucado na partida de ida, o defensor Thiago Silva assistiu ao jogo pela televisão. "Quando ele pegava na bola, eu gritava no sofá para marcá-lo. Minha esposa até saiu do meu lado", contou o jogador, recuperado do estiramento na coxa esquerda. "O Adriano é complicado de marcar. Mas é o jogo da nossa história, o grupo pode ficar marcado por esse título."O atacante Dodô é a única dúvida do time. O artilheiro voltou ontem da Suíça, onde se defendeu da acusação de doping (por uso da substância femproporex) na Corte Arbitral do Esporte (CAS). Ele pode ser condenado a até 2 anos longe dos gramados. O resultado do julgamento será divulgado em 20 dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.