Flu retoma liderança ao empatar com Atlético-PR

Depois de estar duas vezes atrás do placar contra os paranaenses, time carioca mostra poder de reação e faz 2 a 2

Julio Cesar Lima ESPECIAL PARA O ESTADO/ CURITIBA, O Estado de S.Paulo

25 de outubro de 2010 | 00h00

Depois de estar duas vezes atrás do placar, o Fluminense conseguiu deixar a Arena da Baixada com um empate por 2 a 2 e um pontinho que lhe garantiu a volta à liderança após encerrada a 31.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor carioca chegou a 54 pontos, mesma pontuação do Cruzeiro, que perdeu para o Atlético-MG por 4 a 3, mas melhor saldo de gols. Já o Atlético-PR desperdiçou chance de encostar no G-4, permanecendo com 47, na sétima colocação.

Os g0ls, ontem, saíram na etapa final. Aos 16 minutos, Paulo Baier cruzou para a área e o atacante tricolor Washington desviou contra o próprio gol, fazendo 1 a 0 para os donos da casa.

Em desvantagem, o técnico Muricy Ramalho colocou o time das Laranjeiras mais à frente. O gol de empate foi marcado por Marquinho, em belo chute de fora da área. Mas, aos 38 minutos, Wagner Diniz desempatou.

A partida parecia caminhar para o final com a vitória atleticana por 2 a 1, até que, aos 42, Ivan González cometeu um pênalti claro em Tartá. Quando o atacante Washington já se preparava para cobrar, veio a ordem de Muricy Ramalho determinando que Darío Conca batesse a penalidade.

"Nós temos bom diálogo. Ele (Washington) tem personalidade e quis bater. Mas qualquer um de nós que cobrasse o pênalti faria o gol, porque estávamos muito confiantes", explicou Conca, evitando abrir polêmica.

O centroavante confirmou que tinha mesmo a intenção de bater o pênalti, mas entregou a bola nas mãos de Conca sem discussão ao saber da determinação de Muricy. "Pedi para bater, mas o Conca também quis e o Muricy decidiu. O importante foi que ele fez o gol", disse Washington.

De qualquer modo, o meia argentino cobrou muito bem a penalidade e estabeleceu os números finais da partida na Arena da Baixada: 2 a 2 , placar que recolocou o Flu na liderança.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.