Fluminense não dá trégua à concorrência

Com gols de Jean e Wellington Nem, ambos na etapa final, time carioca passa pela Lusa e sustenta liderança

O Estado de S.Paulo

13 de setembro de 2012 | 03h05

O Fluminense precisou apenas de dois minutos para vencer a Portuguesa por 2 a 0, no Canindé. Com gols de Jean, aos 28, e Wellington Nem, aos 30 do segundo tempo - após falha gritante do zagueiro Gustavo - , o time carioca chegou aos 53 pontos e manteve a liderança do Campeonato Brasileiro. Foi a 15.ª vitória do time das Laranjeiras. A Portuguesa, que não perdia no Canindé havia seis partidas, permanece com 29 pontos. "Desperdiçamos muitas oportunidades no primeiro tempo e, enfrentando um time grande, não podemos bobear", disse Ananias.

Mesmo sem fazer uma grande partida, o Fluminense manteve o futebol pragmático - excelente sistema defensivo e contra-ataques mortais -, para conseguir nova vitória fora de casa.

"Apesar do primeiro tempo péssimo, tivemos tranquilidade e conseguimos aproveitar as oportunidades. Nossa liderança ainda não está consolidada. Temos de batalhar a cada partida", disse o atacante Fred, artilheiro do torneio, mas que ontem passou em branco.

O placar não reflete o equilíbrio da partida, principalmente no primeiro tempo, quando o time paulista foi melhor, mas pecou nos arremates - foram 11 finalizações da Lusa contra apenas três dos cariocas.

Dentre as oportunidades, Léo Silva perdeu duas chances, bem defendidas por Diego Cavalieri. O Fluminense respondeu quando Wellington foi lançado e finalizou para excelente defesa do goleiro Dida. Com boa marcação no meio, a Lusa conseguiu anular o início das jogadas, anulando o meia Jean.

Equilíbrio. No segundo tempo, as chances foram mais equilibradas. Moisés mandou para fora aos 16 e Dida fez grande defesa após chute de Carlinhos, aos 19. Dez minutos depois, o Fluminense mostrou a sua eficiência. Jean chutou de fora da área e contou com o desvio da zaga para abrir o placar. Dois minutos depois, o zagueiro Gustavo bobeou e Wellington driblou Dida e definiu a vitória do Fluminense.

Com o placar adverso, a Lusa se lançou ao ataque e conseguiu um gol - corretamente anulado - de Diego Viana e ainda acertou uma bola na trave após falha de Diego Cavalieri.

Outros jogos. O Cruzeiro ficou ainda mais longe dos líderes e de uma vaga na Libertadores, ao perder para o Figueirense, por 2 a 0, em Santa Catarina. Com 34 pontos, os mineiros permanecem em oitavo lugar.

João Paulo e Aloísio fizeram os gols do time casa, que continua sua luta para fugir da zona do rebaixamento, agora na 18.ª posição.

No clássico nordestino, Sport e Bahia ficaram no 1 a 1. Hugo abriu a contagem para o time pernambucano, enquanto Hélder empatou para os baianos, que acumulam três vitórias e dois empates no segundo turno, na 15.ª posição. O Sport permanece entre os quatro piores da competição, na 17.ª colocação.

Em Goiânia, no Serra Dourada, o Coritiba, em 13.º, obteve ótimo resultado, ao vencer o lanterna Atlético, por 2 a 1. Robinho e Deivid fizeram os gols paranaenses e Patric marcou para os goianos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.