Fluminense trocará alimento por ingresso para jogo de estreia na Sul-Minas-Rio

O torcedor do Fluminense que desejar acompanhar a partida de estreia da equipe na Copa Sul-Minas-Rio terá que apenas trocar um quilo de alimento não perecível por um ingresso. Foi o que ficou determinado na reunião realizada nesta manhã nas Laranjeiras, na véspera do duelo com o Atlético Paranaense, às 19h30 desta quinta-feira, no Raulino Oliveira, em Volta Redonda.

Estadão Conteúdo

26 Janeiro 2016 | 15h32

O Fluminense definiu que a troca não ocorrerá nas bilheteria do Raulino de Oliveira, mas na Rua 558, próxima ao estádio, a partir das 14 horas desta quarta-feira. E serão disponibilizados 11 mil ingressos, sendo dez mil para a torcida do clube carioca e outros mil para os torcedores do Atlético-PR. Além disso, haverá 2 mil ingressos para o cumprimento das gratuidades estabelecidas por lei.

O palco do jogo de estreia do Fluminense na Copa Sul-Minas-Rio esteve incerto durante longo período. Quando a Primeira Liga divulgou a tabela detalhada da competição, a partida da próxima quarta-feira estava marcada para o Mané Garrincha, em Brasília, mas o gramado do estádio está sendo trocado.

O Fluminense então recebeu uma oferta de uma empresa de eventos para vender o mando de campo e atuar na Arena Pantanal, em Cuiabá. Mas o clube não conseguiu autorização da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro para jogar fora do estado. Assim, o clube decidiu levar o duelo para o Raulino Oliveira.

Agora, com a decisão de trocar alimentos por ingressos, a tendência é que o estádio esteja lotado nesta quarta para o primeiro jogo do Fluminense no Brasil em 2016 - o time disputou a Florida Cup nos Estados Unidos, tendo empatado por 1 a 1 com o Shakhtar Donetsk e perdido por 1 a 0 para o Internacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.