Fábio Motta/Estadão - 13/05/2012
Fábio Motta/Estadão - 13/05/2012

Fluminense vai à Venezuela para estrear em alta pela Libertadores

Diante do Caracas, time terá formação ofensiva para encarar adversário em campo ruim

SERGIO TORRES, O Estado de S.Paulo

13 de fevereiro de 2013 | 02h05

RIO - Uma equipe interessada acima de tudo na vitória é a que o Fluminense mandará a campo nesta quarta-feira, na Venezuela, na estreia da Taça Libertadores, de acordo com o treinador Abel Braga. O campeão brasileiro enfrentará o Caracas, às 22 horas no Estádio Olímpico da capital venezuelana, pelo Grupo 8.

Embora pouco conhecido, o Caracas é um dos mais queridos clubes venezuelanos. Segundo os olheiros de Abel, é um time lutador, que costuma crescer quando joga em casa diante de uma torcida exaltada - 20 mil ingressos colocados à venda - e em um gramado em péssimo estado de conservação, repleto de buracos e com a grama rala.

Como de costume, Abel não revelou o time que jogará. Mesmo assim, é fácil deduzir que sua dúvida se resume ao substituto do meia Deco, que ainda não atuou neste ano por causa de contusões musculares.

Como pregou durante a semana a prática de um futebol ofensivo, o técnico deve escalar o canhoto Wagner, destaque tricolor neste início de temporada, com três gols já marcados no Campeonato Estadual.

Mas se Abel fala em ofensividade somente na tentativa de enganar os adversários, o escalado deverá ser o volante Edinho, titular em toda a campanha do Brasileiro de 2012. Edinho perdeu a posição neste início de ano para o colombiano Valência, que jogou pouco no ano passado por causa de lesões e convocações para a seleção de seus país.

O meia Thiago Neves entende que o Flu precisa ser inteligente. "Tem de respeitar o adversário. É o primeiro jogo, é fora de casa e o Caracas vai sair para tentar vencer'', disse ao embarcar para a Venezuela. "Mas não respeitar tanto, pela qualidade do nosso time, pela força que a gente tem também. Tem de marcar, mas também atacar e agredir. Mostrar quem é o Fluminense.''

Também nesta quarta-feira, em La Bombonera, em Buenos Aires, o Boca Juniors enfrenta o Toluca, do México, pelo Grupo 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.