Força de vontade contra o preconceito

?Esse esporte não serve para você, porque seu corpo vai ficar parecendo com o de um homem.? A frase resume a dificuldade de Valdirene Aparecida Laia na paixão pelo levantamento de peso, modalidade pouco difundida e que ainda luta contra o preconceito. Considerada promessa da seleção, Valdirene foi levada para o esporte pela amiga Renata Castro, em Viçosa (MG), sua cidade natal. ?Estudávamos na mesma escola e ela me convidou para conhecer o levantamento de peso. Identifiquei-me desde o primeiro treino?, conta. Um amor que vem sendo correspondido. Leia mais no Estadão

Agencia Estado,

04 Agosto 2002 | 10h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.