Force India

A equipe do milionário indiano Vijay Mallya tinha tudo para disputar um belo campeonato. Mandou embora a cúpula do seu staff técnico, dentre eles o projetista Mike Gascoyne, porque estabeleceu com Ron Dennis, sócio e diretor da McLaren, um acordo para usar o equipamento do inglês. Já que é para utilizá-lo que seja por inteiro. Os pilotos da Force India correrão com o chassi McLaren e o motor Mercedes. De diferente do de Lewis Hamilton é, basicamente, a pintura e uma ou outra sutil novidade, apenas para justificar que não se trata do mesmo carro. O grande azar de Mallya é que o grupo de engenheiros coordenado pelo desenhista-chefe Neil Oatley, ainda na escuderia desde a época de Ayrton Senna, não realizou um grande trabalho este ano. O modelo MP4/24, de quem o carro da Force India é uma reprodução, nasceu com problemas aerodinâmicos que o desequilibram. Além disso, a crise econômica afetou os negócios de Mallya; por isso, seu orçamento para a F-1 foi ainda mais reduzido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.