Karim Borges/Fortaleza
Karim Borges/Fortaleza

Fortaleza tenta superar desfalques para vencer duelo decisivo com o Sport

Separados por dois pontos na tabela, vitória é crucial para ambas as equipes que lutam para se distanciar do Z-4

Redação, Estadão Conteúdo

06 de janeiro de 2021 | 06h32

O Fortaleza tenta superar a má fase e os inúmeros desfalques provocados pela covid-19 para se distanciar da zona de rebaixamento do Brasileirão nesta quarta-feira, quando enfrenta o Sport, às 20h30, na Ilha do Retiro, pela 28.ª rodada. A partida é de extrema importância para o time comandado por Marcelo Chamusca, que tem apenas uma vitória nos últimos 11 jogos e aparece na 14.ª colocação, com 31 pontos, três a mais do que o Vasco, primeiro clube dentro da zona de rebaixamento.

Na última segunda-feira, o Fortaleza anunciou que dez jogadores testaram positivo para a covid-19, mas evitou divulgar os nomes. Por isso, a escalação é uma total incógnita.

"Muito triste, óbvio, porque vários jogadores pegaram ao mesmo tempo, mas sabíamos que, em certo momento, isso iria acontecer, até mesmo pela vivência no clube, treinando sem máscara, não tem como treinar diferente disso", disse o zagueiro Paulão.

A única certeza é que Marcelo Chamusca não vai poder contar com o zagueiro Jackson, suspenso depois de receber o terceiro cartão amarelo no empate sem gols com o Flamengo. Roger Carvalho e Wanderson são as principais opções.

SPORT SE APEGA AO RETROSPECTO

Na luta contra o rebaixamento, o Sport recebe o Fortaleza defendendo um tabu histórico: o de jamais ter perdido para o adversário como mandante. Ao todo, o time pernambucano recebeu a equipe cearense 19 vezes e tem um aproveitamento de 89,47%, com 16 vitórias e três empates. Assim, a equipe comandada pelo técnico Jair Ventura se apega a esse bom retrospecto para se distanciar da zona da degola do Brasileirão.

Na 15.ª colocação, o Sport tem 29 pontos, um a mais que o Vasco, primeiro integrante da zona de rebaixamento. O Fortaleza está a uma posição acima, com 31. "Por ser um jogo em casa tem que prevalecer o mando de campo. Temos que entrar bem mais ligados e focados para conseguir essa vitória, que vai ser de grande importância na sequência", destacou o volante Marcão Silva.

A boa notícia para o técnico Jair Ventura é que ele tem todos os jogadores à disposição. Mas vai precisar realizar uma mudança em relação ao último compromisso, já que o meia Lucas Mugni não chegou a um acordo para renovar seu contrato, que se encerrou na virada do ano.

Sem Lucas Mugni, Jair Ventura tem algumas opções para escalar o Sport. Jonatan Gómez é o substituto imediato, mas o treinador pode optar por utilizar três volantes. Aí as alternativas seriam Betinho ou Ricardinho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.