Fossati diz que tudo 'pode acontecer' contra o Barcelona

O técnico Jorge Fossati terá na próxima quinta-feira um dos maiores desafios da sua carreira. Treinador do Al-Sadd, ele viu sua equipe se classificar para as semifinais do Mundial de Clubes ao derrotar o Espérance, da Tunísia, por 2 a 1, neste domingo, e agora vai encarar o Barcelona. O treinador reconhece que o duelo será complicado, mas aposta na imprevisibilidade do futebol para vencer.

AE, Agência Estado

11 de dezembro de 2011 | 12h28

"Qualquer coisa pode acontecer no futebol", disse Fossati. "O Barcelona é o melhor clube do mundo, mas enquanto continuarmos sendo humildes e mantendo o nosso espírito, tudo pode acontecer", declarou o treinador, que também ressaltou a importância para o futebol do Catar do Al-Sadd, atual vencedor da Liga dos Campeões da Ásia, ter se garantido nas semifinais do Mundial de Clubes.

"Estou contente por termos sido capazes de derrotar uma boa equipe, que jogou muito bem. Tivemos sorte de sair com um bom resultado. A vitória de hoje teve um significado muito especial não apenas para nós, mas para todos os clubes do Catar e da Ásia. É um grande dia para nós, não tanto no que diz respeito à qualidade de nosso futebol, mas quanto a sua importância para o país e o continente", disse.

ESPÉRANCE - O Espérance teve mais posse de bola que o Al-Sadd (57% a 43%), pressionou o adversário e finalizou mais vezes (20 a 7), mas mesmo assim foi derrotado neste domingo. Para o técnico Nabil Maaloul faltou sorte ao último vencedor da Liga dos Campeões da África no duelo com o time do Catar.

"Na verdade, eu esperava mais do Al-Sadd. Minha equipe fez um grande trabalho, mas o fato de não termos conseguido aproveitar as chances que tivemos acabou decidindo a partida. Fizemos atuação muito ofensiva e poderíamos ter marcado mais dois ou três gols se houvesse mais sorte. Ambas as equipes jogam em um nível muito alto, mas continuo acreditando que tenho grandes jogadores, com muita habilidade", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.