França planeja candidatura para sediar Jogos de 2024

Presidente François Hollande confirmou nesta segunda-feira o desejo de ver o país sediando a Olimpíada

AE-AP, Agência Estado

30 de julho de 2012 | 15h13

O presidente da França, François Hollande, confirmou nesta segunda-feira o desejo de ver o país sediando a Olimpíada de 2024, após perder os Jogos de 2012 para Londres. Hollande, que está na capital inglesa acompanhando os atletas franceses, declarou que apoiará uma candidatura se "todas as condições para o sucesso estiverem presentes".

A França desistiu de concorrer à sede da Olimpíada de 2020 depois que a cidade de Annecy foi derrotada na briga pela Olimpíada de Inverno de 2018, que foi para Pyeongchang, na Coreia do Sul. Antes de perder os Jogos de 2012 para Londres, o país já tinha visto sua capital, Paris, perder a candidatura para a Olimpíada de 2008, que aconteceu em Pequim.

"Podemos pensar nos Jogos Olímpicos que seriamos capazes de sediar na França, provavelmente com o ano de 2024 no horizonte", declarou Hollande. "Mas antes de fazer uma candidatura formal precisamos nos preparar corretamente", completou.

Nesta segunda-feira, o presidente esteve na Vila Olímpica, onde se encontrou com o armador da seleção de basquete Tony Parker e a nadadora Camille Muffat, medalha de ouro dos 400 metros livre em Londres. Hollande garantiu que a França não forçará sua candidatura, mas que vai ouvir as recomendações do comitê olímpico do país.

"Não podemos correr riscos de ter um novo fracasso, depois de derrotas consecutivas. Paris perdeu duas vezes e depois foi Annecy. Foi desapontador, e a última candidatura de Annecy foi uma humilhação", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.