Jean-Pierre Durand/IAAF
Jean-Pierre Durand/IAAF

Francês bate recorde mundial de Sergei Bubka no salto com vara

Renaud Lavillenie atingiu a marca de 6,16m em evento organizado pelo ex-atleta ucraniano

AE-AP, Agência Estado

15 de fevereiro de 2014 | 16h44

DONETSK - O francês Renaud Lavillenie fez história neste sábado ao quebrar um recorde mundial indoor que durava 21 anos e pertencia ao ucraniano Sergei Bubka, uma das maiores lendas da história do atletismo. O atleta conseguiu atingir a marca de 6,16m no salto com vara, no Pole Vault Stars, em Donetsk, na Ucrânia, superando os 6,15m alcançados pelo ex-atleta, em 21 de fevereiro de 1993.

A nova marca mundial indoor no salto com vara foi obtida justamente na cidade onde Bubka nasceu, sendo que o ex-saltador acompanhou de perto o feito histórico neste sábado e se levantou para aplaudir o novo recordista, antes de abraçar o francês para felicitá-lo pelo feito.

Ao superar uma das marcas mais antigas da história do atletismo, Lavillenie ficou perplexo. Com os olhos arregalados, levantou os braços para comemorar o incrível salto e parecia não acreditar no que conseguiu. "Acho que vai levar algum tempo para eu voltar à Terra porque isso é incrível. Esse é um recorde mundial que é tão mítico, e consegui alcançá-lo sem tocar (a barra que delimita a altura), não há nada a dizer. É apenas um momento para saborear", afirmou.

Hoje com 27 anos de idade, Lavillenie é o atual campeão olímpico do salto com vara e bicampeão europeu indoor, sendo que no ano passado ficou com a prata no Mundial de Moscou. Ele ainda acumula outros dois bronzes em Mundiais.

Mas, apesar do seu ótimo currículo, sabia que seria muito difícil superar o recorde de Bubka, que foi campeão olímpico em 1988 e acumulou inúmeras marcas mundiais indoor e outdoor no salto com vara. E, neste sábado, ele fez questão de exaltar o seu "sucessor" na modalidade.

"Acho que este é um grande dia, um desempenho fantástico, estou muito feliz que Renaud conseguiu esse recorde em minha cidade natal, onde eu saltei 6,15m", disse o ex-atleta de 50 anos de idade. "Estou muito feliz e orgulhoso por ele, porque é um grande atleta e um exemplo a ser seguido", completou Bubka, que ainda detém o recorde mundial ao ar livre (outdoor), com a marca de 6,14m conquistada em 1994.

Novo recordista, Lavillenie coroou a grande fase que vive no salto com vara, pois em 25 de janeiro havia quebrado o recorde do seu país ao atingir a marca de 6,04m em Rouen, antes de saltar 6,08m en Bydgoszcz, na Polônia, no dia 31.

Nesta mesma prova deste sábado, o brasileiro Thiago Braz também quebrou um recorde, o sul-americano, ao saltar 5,76m. Com a marca, garantiu o bronze no torneio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.