Francês é eleito presidente da União Ciclística Internacional

David Lappartient fala em endurecer luta contra o doping e corrupção

Estadão Conteúdo

21 de setembro de 2017 | 10h54

O francês David Lappartient, de 44 anos, foi eleito nesta quinta-feira presidente da União Ciclística Internacional (UCI), em votação realizada durante o congresso da entidade, na cidade norueguesa de Bergen. Ele superou o inglês Brian Cookson, de 66 anos, por 37 a 8, desbancando o atual presidente.

Lappartient era o vice-presidente da gestão de Cookson desde 2013. Ele acumulava as funções de presidente da União Ciclística da Europa, da Federação Francesa de Ciclismo e do Conselho de Ciclismo Profissional. Além disso, é prefeito da cidade de Sarzeau, no noroeste da França.

Em seu discurso de campanha, o francês prometeu "recuperar a influência da entidade no movimento olímpico, onde te perdido terreno nos últimos anos". Também prometeu endurecer a luta contra o doping, ao proibir o uso de alguns medicamentos utilizados pelos atletas da modalidade.

Ele disse ainda que lutaria contra a "corrupção" que teria tomado conta da modalidade, trazendo uma "reputação desastrosa" para a UCI. Cookson, por sua vez, havia prometido aumentar o investimento nas competições femininas. Ao perder a eleição, ele se tornou o primeiro presidente da UCI ao não conseguir a reeleição.

Já Lappartient se tornou o primeiro francês a assumir o cargo desde que o seu compatriota Achille Joinard comandou a entidade entre os anos de 1947 e 1957. Com forte tradição no ciclismo, a França sedia uma das competições mais importantes da modalidade, a Volta da França, disputada anualmente.

Tudo o que sabemos sobre:
Ciclismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.