Francês recebe medalha olímpica herdada após doping

O francês Mehdi Baala recebeu nesta quarta-feira a medalha de bronze da prova dos 1.500 metros da Olimpíada de Pequim, disputada em agosto de 2008. "A justiça foi feita", disse o fundista, que alcançou o pódio após o ouro ter sido retirado de Rashid Ramzi, atleta do Bahrein que foi desqualificado por doping.

AE, Agencia Estado

06 de janeiro de 2010 | 21h23

Rashid Ramzi foi um dos sete atletas flagrados pelo uso de Cera, uma evolução da substância proibida EPO, durante os novos exames realizados pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) no ano passado. Assim, ele teve seu resultado anulado e perdeu a medalha de ouro olímpica em novembro.

Com isso, o queniano Asbel Kipruto Kiprop, que tinha sido medalhista de prata, ficou com o ouro dos 1.500 metros e o neozelandês Nicolas Willis saiu do bronze para a prata. Já Mehdi Baala, que terminou aquela prova em Pequim na quarta colocação, acabou herdando a medalha de bronze olímpica.

Tudo o que sabemos sobre:
Olimpíadaatletismodoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.