Francês vence 200m livre e fatura 2º ouro em Londres

O francês Yannick Agnel voltou a surpreender no Centro Aquático de Londres. Um dia após derrubar os Estados Unidos no 4x100 metros livre, no domingo, ele faturou sua segunda medalha de ouro, ao vencer os 200 metros livre, com o tempo de 1min43s14.

AE, Agência Estado

30 de julho de 2012 | 16h49

Uma das surpresas desta Olimpíada, Agnel se destacou no domingo ao bater Ryan Lochte na final do revezamento. Último francês a cair na piscina, ele obteve impressionante reação nos 50 metros finais, desbancou o então líder Lochte e garantiu o título olímpico para sua equipe.

O nadador de 20 anos ainda disputará as provas de 100 metros livre, quando será rival direto do brasileiro Cesar Cielo, e os revezamentos 4x200 metros livre e 4x100 metros medley.

Na decisão desta segunda, Agnel liderou a prova de ponta a ponta, sem dar chance aos rivais. Nos últimos 50 metros, chegou a abrir um corpo de vantagem antes de bater na frente. O segundo lugar ficou dividido entre o sul-coreano Park Taehwan e o chinês Sun Yang.

Com o mesmo tempo de 1min44s93, cada um levará uma medalha de prata. Não houve bronze na prova. Antes de levar a prata, Sun Yang, maior esperança da China na natação, já havia faturado o ouro nos 400 metros livre, no sábado.

Já o americano Ryan Lochte chegou apenas na quarta colocação e ficou de fora do pódio, com o tempo de 1min45s04. O alemão Paul Biedermann também decepcionou na prova, ao chegar no quinto lugar (1min45s53).

Os Estados Unidos reagiram na natação nas duas provas seguintes. Mathew Grevers conquistou o ouro nos 100 metros costas, com 52s16, novo recorde olímpico. Grevers fez dobradinha com o compatriota Nick Thoman, medalha de prata, com 52s92. O bronze foi para o japonês Ryosuke Irie - 52s97.

No feminino, Missy Franklin confirmou o favoritismo e faturou sua primeira medalha de ouro ao levar a melhor nos 100 metros costas, com 58s33. Foi a segunda medalha conquistada pela promessa americana nesta edição dos Jogos. Antes, a nadadora de 17 anos levara o bronze no revezamento 4x100 metros livre.

A prata nos 100m costas foi para a australiana Emily Seebohm (58s68), enquanto o bronze ficou com a japonesa Aya Terakawa (58s83). Já a britânica Gemma Spofforth, recordista mundial da distância, com 58s12, não passou do 59s20 e ficou apenas no quinto lugar.

Missy Franklin comemorou bastante sua primeira medalha de ouro. A atleta disputou a final dos 100m costas apenas 10 minutos depois de competir nas semifinais dos 200 metros livre. Tentando se preservar, ela reduziu o ritmo na eliminatória e, por pouco, não ficou de fora da final. Garantiu a oitava e última vaga na decisão, com 1min57s57.

O melhor tempo nas semifinais foi registrado pela australiana Bronte Barratt, com 1min56s08. Recordista mundial da prova, com 1min52s98, a italiana Federica Pellegrini foi apenas a quarta colocada nas eliminatórias, com 1min56s67.

Na última final do dia, a lituana Ruta Meilutyte conquistou o título olímpico nos 100 metros peito, com o tempo de 1min05s47. A prata ficou com a americana Rebecca Soni, grande favorita da prova. Bicampeã mundial e segunda colocada em Pequim/2008, Soni não passou do 1min05s55. O bronze foi para a japonesa Satomi Suzuki.

Tudo o que sabemos sobre:
OlimpíadanataçãoYannick Agnel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.