Franceses cruzam em 3º e são campeões

A 20.ª edição do Rali dos Sertões chegou ao fim ontem, em Fortaleza. Após 4.840 quilômetros de percurso (2.346 cronometrados), partindo de São Luís, no Maranhão, em 10 dias de disputa, e passando ainda por Tocantins, Piauí e Pernambuco, carros, motos, quadriciclos (Quadris), UTV (intermediário entre quadriciclo e carro) e caminhões definiram seus campeões.

O Estado de S.Paulo

29 de agosto de 2012 | 03h07

Nos carros, os franceses Stéphane Peterhansel e Jean-Paul Cottret foram campeões ao cruzarem em 3.º no último dia.

Nas motos, nenhuma novidade. O mineiro Felipe Zanol, líder do começo ao fim, festejou a inédita conquista. "O Sertões é uma corrida que acompanho desde criança e realizo o sonho de conquistar esse título, que tanto desejei. Escrevo o meu nome na história do rali", disse Zanol, que foi vice em 2010 e 2011.

Nos caminhões a taça foi para o trio formado por Carlo Policarpo, Rômulo Seccomandi e Davi Fonseca, que somou o tempo acumulado de 37h44.

Marcelo Medeiros ganhou a etapa especial e levou o título dos Quadris. "Estou há dois anos lutando por essa vitória. Aprendi bastante e cheguei esse ano bem preparado", afirmou.

E na estreante UTV a conquista foi da dupla formada por Bruno Sperancini e Thiago Vargas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.