Fratus é superado por Chierighini e Adrian e fica com o bronze nos EUA

Alguns dos melhores velocistas do mundo caíram na piscina no sábado à noite, nos Estados Unidos, em duas competições paralelas: uma em Atlanta, outra em Charlotte. Pela proximidade, os brasileiros que treinam em Auburn foram para a Geórgia. Lá, Marcelo Chierighini ganhou prata nos 50m livre, seguido por Bruno Fratus.

Agência Estado, Estadão Conteúdo

15 de maio de 2016 | 08h40

Só Fratus estará nesta prova no Rio-2016, como favorito. Em Atlanta, entretanto, apenas faz sua primeira competição de preparação para a Olimpíada. O brasileiro nadou a prova em 22s40 nas eliminatórias e em 22s53 na final, um segundo mais lento do que fez no Mundial de Kazan (Rússia), ano passado, para ganhar bronze.

Prata naquela competição, o norte-americano Nathan Adrian ganhou o ouro em Atlanta, sendo o único a nadar na casa de 21 segundos: 21s93. Ele tem 21s69 na temporada, dividindo o quarto lugar do ranking mundial, logo à frente do 21s74 de Fratus no Maria Lenk.

Chierighini, que estará nos 100m livre no Rio-2016, fez bom tempo de 22s29 para ficar com a prata, aproximando-se das melhores marcas da carreira nessa distância. Revelação dos EUA, Caeleb Dressel completou em quarto.

Em Charlotte saiu outro sub-22, de Anthony Ervin, forte candidato a ser o segundo americano na prova no Rio-2016. O pódio ainda teve o canadense Santo Condorelli (22s15) e o também norte-americano Josh Schneider (22s16).

O brasileiro João de Lucca nadou a final B e completou em 23s07. Na sexta-feira à noite, ele já havia ficado em sexto nos 200m livre, prova que vai nadar na Olimpíada. Fez o tempo de 1min49s54.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.