Andres Larrovere/AFP
Andres Larrovere/AFP

Fred marca novamente, mas Atlético-MG joga mal e empata com Godoy Cruz na estreia

Atacante converte pênalti polêmico em empate por 1 a 1

Gabriel Melloni, Estadão Conteúdo

08 de março de 2017 | 21h34

O Atlético-MG jogou mal e precisou de Fred mais uma vez para não sair derrotado na estreia da Libertadores nesta quarta-feira. Em Mendoza, na Argentina, o atacante aproveitou pênalti polêmico assinalado pela arbitragem para marcar mais uma vez e decretar o empate por 1 a 1 diante do Godoy Cruz, em uma partida de baixíssimo nível técnico.

Diante da atuação ruim, o empate fora de casa ficou de bom tamanho para os comandados de Roger Machado, até porque Sports Boys-BOL e Libertad-PAR também empataram na outra partida do Grupo 6, deixando-o em igualdade. Na segunda rodada da chave, dia 13 de abril, o Atlético-MG recebe o Sports Boys no Independência. Um dia antes, o Godoy Cruz viaja para pegar o Libertad.

Nesta quarta, o talento de nomes como Elias, Otero e Robinho ficou apenas na teoria, e o que se viu foi um Atlético-MG errando demais, principalmente pelo lado esquerdo da defesa. A boa notícia mais uma vez foi Fred, que vive o melhor início de temporada da sua carreira e marcou pela décima vez em 2017.

O JOGO

Logo no primeiro ataque, o Godoy Cruz abriu o placar. Fred tentou o drible e o zagueiro tirou com a mão. O árbitro não viu, Javier Correa foi lançado e aproveitou o erro de Gabriel na tentativa do corte para sair de frente para Giovanni. Com tranquilidade, o atacante tocou na saída do goleiro para marcar.

O Atlético-MG se mostrava nervoso e falhava demais no início, principalmente no lado esquerdo da defesa. Aos oito, errou até na cobrança lateral, que quase resultou no segundo do Godoy Cruz. Ángel González arrancou e abriu para Abecasis, que cruzou na cabeça de Garro. Sozinho, ele jogou por cima.

Sem qualquer criatividade, o Atlético-MG sequer incomodava o adversário. Otero tentava nos chutes de longe, mas também sem perigo. A qualidade de Leonardo Silva no jogo aéreo quase fez a diferença aos 14 minutos, mas o zagueiro errou a cabeçada após escanteio da esquerda.

O jogo seguiu sem grandes emoções até os 44 minutos, quando Garro perdeu chance inacreditável. Após novo roubo de bola no meio de campo atleticano e enfiada nas costas da defesa pela esquerda, González entrou na área pelo setor e tocou no meio para o atacante, que chegava em velocidade e conseguiu perder, sem goleiro, quase da pequena área.

Se não conseguia articular jogadas, o Atlético-MG contou com decisão duvidosa da arbitragem para criar a chance do empate no início do segundo tempo. Após cobrança de lateral de Marcos Rocha para a área, Elias foi tocado nas costas por Abecasis e caiu. Wilson Lamouroux marcou pênalti. Aos cinco minutos, Fred bateu no canto direito do goleiro e marcou.

Roger Machado tentou lançar Cazares na vaga do inoperante Danilo, mas nada mudou. O Atlético-MG não criava, mas ao menos também não errava mais pelo lado esquerdo. Com isso, o Godoy Cruz parou de atacar e o jogo ficou ainda pior. Pouco acionado, Correa tentava algo diferente no ataque e arriscou de fora aos 18 minutos, rente à trave.

Com as saídas dos autores dos gols, Correa e Fred, o confronto esfriou de vez. O Atlético-MG parecia satisfeito com o empate fora de casa, enquanto o Godoy Cruz não se mostrava incomodado de estrear ganhando um ponto diante da principal equipe da chave.

Somente com a expulsão de Ortiz aos 40 minutos, por falta violenta em Clayton, o panorama da partida mudou. Na base da insistência, o Atlético-MG tentou a pressão e chegou a ter dois bons momentos em bate-rebate na área, mas foi pouco para um time que aparece como um dos favoritos ao título.

FICHA TÉCNICA

GODOY CRUZ 1 x 1 ATLÉTICO-MG

GODOY CRUZ - Rey; Abecasis, Diego Viera, Danilo Ortiz e Angileri; Walter Serrano, Guillermo Fernández, Angel González (Nicolás Sánchez) e Gastón Giménez; Garro (Marcelo Benítez) e Javier Correa (Sigales). Técnico: Lucas Bernardi.

ATLÉTICO-MG - Giovanni; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Rafael Carioca, Elias, Danilo (Cazares) e Otero (Clayton); Robinho e Fred (Rafael Moura). Técnico: Roger Machado.

GOLS - Javier Correa, a um minuto do primeiro tempo. Fred, aos cinco minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Wilson Lamouroux (Fifa/Colômbia).

CARTÕES AMARELOS - Abecasis, Walter Serrano, Marcelo Benítez (Godoy Cruz) Rafael Carioca (Atlético-MG).

CARTÃO VERMELHO - Danilo Ortiz (Godoy Cruz).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Malvinas Argentinas, em Mendoza (Argentina).

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
Atlético-MGfutebolLibertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.