Frio e chuva atrapalham iatismo e a festa brasileira

O tempo foi cruel com o iatismobrasileiro nos Jogos Pan-Americanos. Quando era hora de começaras regatas, o vento não vinha. Quando era tempo de comemorarmedalhas, a chuva caía. De constante só mesmo o frio e o astralnublado. Antes mesmo das regatas decisivas começarem, os brasileirostinham três ouros garantidos, na prancha à vela (RS:X), J24 eSnipe. Depois de muito esperar, boiando na Baía de Guanabara,os brasileiros confirmaram a liderança nas três classesvencendo as regatas decisivas. "É mais bonito ganhar assim", disse Maurício Santa Cruzdepois de uma batalha em que o barco brasileiro da classe J24ganhou da tripulação argentina no "olho mecânico", ou no bicodo casco, como definiu Alexandre Saldanha, um dos tripulantes. O barco brasileiro da J24 trouxe a tripulação mais aliviadade todas até a cerimônia de medalhas, já que um dostripulantes, Carlos Jordão, com enormes dores nas costas, tinhaque velejar usando colarinho ortopédico além de ser carregadopara dentro do barco. "Hoje foi o único dia que eu não pensei na dor", disse eleapós a regata, com o colar ortopédico na mão. Alexandre Paradeda, ouro na Snipe, estava revoltado com adesclassificação da equipe brasileira de Hobie Cat. Depois defestejar rapidamente o ouro do Pan com respostas rápidas nazona mista, local onde atletas conversam com jornalistas, jáestava falando de seus planos para o próximo Mundial. Pareciaaqueles marinheiros que após passar dez minutos em terra firmejá sentem saudade do mar. No feminino, o destaque brasileiro foi Patrícia Castro,medalha de prata da prancha à vela. "Larguei com muitavelocidade e alcancei a liderança, mantendo uma posição até ofinal", disse Patrícia sobre a regata decisiva. O iatismo honrou a tradição papa-medalhas com três ouros,duas pratas e dois bronzes mas não conseguiu fazer do Pan afesta que todos esperavam. O tempo ruim atrapalhou. Mesmo nasregatas decisivas o público não passou de algumas centenas deabnegados. O plano de fazer as regatas de medalha, Medal Races, pertoda praia para atrair a atenção do público teria funcionado comuma flotilha maior se o sol e o vento tivessem comparecido.Nenhum dos dois veio e o Pan da vela acabou sendo um eventopara gente que já ama o esporte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.