Fugir da zona da degola é a meta da Ponte

A derrota para o Vitória, quarta-feira, voltou a deixar a Ponte Preta em alerta. Com 15 pontos na tabela, o técnico Paulo César Carpegiani não quer que a equipe volte à zona do rebaixamento. Para isso, a ordem é vencer o Goiás, hoje, às 16h, no Moisés Lucarelli, em Campinas.

O Estado de S.Paulo

18 de agosto de 2013 | 02h08

O treinador vai contar com a volta do meia Ramírez. Assim, Uendel retorna para a lateral-esquerda e Diego Sacoman será o companheiro de Ferron. No Goiás, David está suspenso, mas William Matheus e Hugo vão para o jogo.

Mais dois jogos completam a rodada. Em Novo Hamburgo, o Internacional recebe o Atlético-MG. Dunga terá de recorrer aos reservas para formar a defesa. O zagueiro Índio continua machucado e Juan está suspenso. No ataque, o treinador escolherá o parceiro de Leandro Damião entre Diego Forlán e Scocco. No Galo, Cuca não poderá contar com meia Dátolo e com o atacante Diego Tardelli.

Em Curitiba, o Atlético-PR recebe o Criciúma, que vem completo. Pedro Botelho é o único desfalque do Furacão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.