Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Futuro rival de Medina no Havaí será conhecido nesta quinta-feira

Depois de paralisação de um dia, competição deve ser retomada; quatro surfistas locais disputam duas vagas na chave principal

PAULO FAVERO - Enviado Especial ao Havaí, O Estado de S. Paulo

11 de dezembro de 2014 | 09h52

Gabriel Medina vai conhecer nesta quinta-feira seu primeiro adversário no Billabong Pipe Masters, última etapa do Circuito Mundial de surfe. Quatro havaianos vão disputar as duas últimas vagas na chave principal. Depois de 14 baterias, 28 foram eliminados na terça-feira e, com o adiamento da etapa na quarta, por condições ruins do mar, a expectativa recai para a decisão entre eles nesta quinta. Logo às 7h30 da manhã (15h30 horário de Brasília), a organização decidirá se haverá a final da triagem, quando fará a avaliação das ondas para o dia.

Estão na briga pelas duas vagas Hank Gaskell, Jamie O'Brien, Makai McNamara e Reef McIntosh. Segundo a ASP (Associação dos Surfistas Profissionais), o atleta pior ranqueado que se classificar entre os dois melhores vai cair na chave de Gabriel Medina e Dion Atkinson. Já o melhor ranqueado estará na primeira fase contra Mick Fanning e Aritz Aranburu. Neste caso, a classificação final na decisão não faz diferença no que se refere ao grupo que vai cair, o que importa é ficar entre os dois melhores.

Pelo ranqueamento da divisão de acesso do Circuito Mundial, Gaskell é o mais bem colocado entre os quatro, na 171ª posição, com 1.188 pontos. Isso significa que, caso ele fique entre os dois melhores na final da triagem, cairá na chave de Fanning. O segundo melhor ranqueado é o bicho-papão Jamie O''Brien, na 177ª colocação, com 1.136 pontos.

Ele já venceu o Pipe Masters uma vez, em 2004, e é tido como um dos melhores atletas do mundo nas ondas de Pipeline, tendo seu desempenho comparado a de mitos como Kelly Slater e Andy Irons. Durante essa semana no Havaí, inclusive, O''Brien entrou no mar com duas pranchas cor de rosa e mudava de equipamento em cima da onda, provando ter total domínio das ondulações em Pipeline.

Já Makai McNamara, filho de Liam e sobrinho de Garrett, famoso por pegar ondas gigantes ao redor do mundo, é o terceiro mais bem ranqueado. Está no 206º lugar, com 803 pontos. Na última posição vem Reef McIntosh, também experiente em Pipeline. Ocupa a 219ª posição, com 721 pontos. Se ele avançar, inevitavelmente cairá na chave do brasileiro Gabriel Medina.

Tudo o que sabemos sobre:
surfeGabriel Medina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.