Gabriel Constantino fica em 6º nos 110m com barreiras em etapa da Diamond League

Atleta brasileiro terminou a prova com o tempo de 13s41, acima dos 13s23, recorde sul-americano que ele bateu em junho

Estadão Conteúdo

18 Agosto 2018 | 19h38

O brasileiro Gabriel Constantino obteve o sexto lugar nos 110 metros com barreira neste sábado, na etapa de Birmingham da Diamond League, na Inglaterra. Embalado pelo recorde sul-americano, batido recentemente, ele se destacou nas eliminatórias, avançou à final, mas não conseguiu subir ao pódio.

Constantino terminou a prova com o tempo de 13s41, acima dos 13s23, recorde sul-americano que ele bateu em competição na França em junho. Foi o seu melhor tempo da carreira. Se tivesse repetido a dose neste sábado, seria o terceiro colocado.

A medalha de ouro ficou com o espanhol Orlando Ortega (13s08), sendo seguido pelo jamaicano Ronald Levy (13s22) e pelo francês Pascal Martinot-Lagarde (13s27). Em grande fase, o brasileiro de 23 anos vem de bons resultados em outras competições na Europa, somando cinco medalhas, três de ouro e duas de prata, em Meetings internacionais.

Entre os destaques internacionais da etapa, o norte-americano Christian Coleman faturou a vitória na tradicional prova de 100 metros, em seu retorno às competições, após lesão. O velocista de 22 anos marcou o tempo de 9s94, o mesmo do britânico Reece Prescod, mas levou a melhor por decisão do "photo finish", sistema eletrônico de imagem. Foi o melhor tempo de Prescod em sua carreira.

O também americano Noah Lyles, o mais rápido da temporada até agora, com 9s88, anotou apenas 9s98 neste sábado, e terminou em terceiro. E o jamaicano Yohan Blake, campeão mundial em 2011, cruzou a linha de chegada em quarto lugar, com 9s99.

Outro destaque do dia foi a prova dos 400 metros, com triunfo do norte-americano Fred Kerley, com o tempo de 45s54. O britânico Matthew Hudson-Smith foi o segundo colocado, com 45s59. O pódio foi completado pelo também americano Dedewo Paul, com 45s62.

Na prova dos 200 metros feminino, a vitória foi de Shaunae Miller-Uibo, de Bahamas, com 22s15. Na disputa, ela desbancou a britânica Dina Asher-Smith, que acabou de se sagrar campeã europeia da distância.

Entrando em sua reta final, a Diamond League terá só mais duas etapas nesta temporada. No dia 30, as disputas serão realizadas em Zurique, na Suíça. No dia seguinte, os atletas competirão em Bruxelas, na Bélgica.

 
Mais conteúdo sobre:
atletismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.