WSL/Divulgação
WSL/Divulgação

Surfista Gabriel Medina dá show e está nas quartas de final no Taiti

Atual campeão mundial recebe nota 9,97 na melhor onda

O Estado de S. Paulo

25 Agosto 2015 | 07h32

Gabriel Medina continua dando show em Teahupoo, no Taiti, palco da sétima etapa do Circuito Mundial de Surfe. O campeão mundial superou os brasileiros Bruno Santos e Italo Ferreira na quarta fase e avançou diretamente às quartas de final.

O sufista de Maresias somou 17,64, registrando nota máxima na melhor onda (9,97). Bruno Santos também teve bom desempenho, somou 17,10 e agora enfrenta o australiano Kai Otton na repescagem por uma vaga na quinta rodada. Já Italo Ferreira, que obteve 6,84, encara o também brasileiro Filipe Toledo na segunda chance de continuar vivo na etapa no Taiti.

"Eu sabia que ia ser uma bateria difícil, especialmente contra o Bruno (Santos), que surfa muito bem aqui. Depois daquele 9,97 fiquei mais tranquilo, mas depois o Bruno quase me pegou no final da bateria com aquele tubo que ele surfou. Estou muito feliz pela vitória que já me garantiu nas quartas de final e bem confiante para a próxima rodada", afirmou Gabriel Medina.

"Significaria muito para mim vencer aqui novamente porque eu amo essa onda. É muito bom estar lá fora pegando um monte de ondas e seria muito especial vencer de novo", completou o sufista, que conquistou em Teahupoo uma inesquecível vitória sobre Kelly Slater, dono de 11 títulos mundiais.

Aliás, Slater continua na disputa. O norte-americano, que conseguiu uma nota 9,77 na melhor onda, superou o francês Jeremy Flores e o compatriota C.J. Hobgood. "Ninguém queria pegar as primeiras ondas que vieram lá fora, pois estavam irregulares e cheias de espuma. Eu estava em dúvida se ia ou não naquela onda do 9,77 e acabei indo. A primeira bolha de espuma me balançou e diminuiu minha velocidade, a segunda diminuiu mais ainda, mas consegui vencê-la para sair do tubo", comentou.

A sétima etapa termina nesta terça-feira. A primeira chamada para a disputa pelas últimas vagas para as quartas de final foi marcada para 7h30 no Taiti (14h30 horário de Brasília).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.