Kirstin Scholtz/WSL
Kirstin Scholtz/WSL

Gabriel Medina leva multa após declarações polêmicas na Austrália

Surfista brasileiro é punido, mas poderá competir na próxima etapa

PAULO FAVERO, O Estado de S. Paulo

20 Março 2015 | 15h29

O surfista brasileiro Gabriel Medina foi multado pela Liga Mundial de Surfe (WSL, da sigla em inglês) por causa das declarações polêmicas após sua eliminação na primeira etapa do Circuito Mundial de Surfe, na Austrália. Ao perder para o irlandês Glenn Hall por causa de uma punição por interferência, o campeão do mundo saiu irritado da água e falou palavrão diante das câmeras.

Mais tarde, ele pediu desculpas e reconheceu o erro, o que fez com que a entidade evitasse uma punição maior. Medina poderia ser, inclusive, suspenso da próxima etapa, que será realizada também na Austrália, entre 1º e 12 de abril, em Bells Beach, no sul do país. O valor da multa não foi divulgado. "Não posso falar quanto foi, é um pedido que nos fazem", explicou César Villares, que gerencia a carreira do surfista.

"O Comitê de Regras e Disciplina da Liga Mundial de Surfe completou sua investigação sobre o incidente Medina/Hall na etapa do Circuito Mundial em Gold Coast. Após conversas com as duas partes envolvidas e revisão das filmagens, o comitê determinou que Medina violou o Código de Condutas dos atletas e foi multado. Os esforços de Medina após o incidente para diminuir alguma má percepção do público sobre sua relação com Hall foram observados e apreciados. Desejamos boa sorte a todos os competidores na etapa Bells Beach", informou a WSL em comunicado.

Mais conteúdo sobre:
surfe Gabriel Medina multa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.