Gabriela Silva bate marca sul-americana dos 100 m borboleta

A nadadora Gabriela Silva bateu o recorde brasileiro e sul-americano dos 100 m borboleta nas eliminatórias da 2ª etapa do Troféu Brasil, nesta quarta-feira, ao estipular a marca de 1m00s92, 21 centésimos abaixo do tempo anterior. A competição acontece no Parque Júlio Delamare, no Rio de Janeiro. O recorde anterior também pertencia à atleta do Pinheiros e havia sido conquistado no Troféu Finkel, em maio deste ano. "Havia falado para o meu técnico que bateria meu recorde. Consegui e espero um tempo ainda melhor na final. Travei um pouco no fim e acho que poderia fazer uma marca ainda mais baixa. Mas estou muito feliz com meu tempo", disse Gabriela. O segundo tempo da prova ficou com a portuguesa Sara Oliveira, também do Pinheiros, com 1m01s20. Daynara Paula, sensação do Mundial Júnior ao bater o recorde sul-americano absoluto dos 50m borboleta, fez o terceiro tempo, com 1m01s32. Nos 50m costas - prova não olímpica -, Artur Rocha também superou o recorde continental, com 25s91, batendo os 26 segundos cravados de Alexandre Massura, em 1999, e igualados pelo argentino Pablo Martin Abal, em 2001.

Agencia Estado,

06 Setembro 2006 | 20h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.