Gabriella bate recorde sul-americano nos 100 m borboleta

Gabriella Silva e Daynara de Paula dão show no Troféu Maria Lenk na prova 100 metros borboleta

Agência Estado

08 de maio de 2008 | 22h16

Gabriella Silva e Daynara de Paula devem fazer um novo duelo na manhã desta sexta-feira no Troféu Maria Lenk, na final dos 50 metros borboleta. Nesta quinta à noite, as duas atletas, que um dia antes haviam conseguido o índice olímpico para os 100 metros borboleta, bateram sucessivamente o recorde sul-americano da prova, que não é disputada nos Jogos Olímpicos, durante as eliminatórias. Primeiro foi Daynara, que anotou 27s03 e derrubou o recorde anterior, de 27s48, que havia sido batido por Gabriella em março em São Paulo. A antiga recordista, no entanto, logo retomou a marca, anotando 26s81 duas séries depois. "Acho que ainda dá para melhorar esse tempo. Depois vou tirar três dias de folga e recomeçar o treinamento para os Jogos. Minha esperança é entrar na final em Pequim, o importante é sempre sonhar alto", afirmou Gabriella.Nenhum índice olímpico foi atingido na noite desta quinta. Quem ficou mais próximo foi André Schultz, do Pinheiros, que ficou a pouco mais de três décimos da marca para os 200 metros costas: ele anotou 2min00s08 e o tempo mínimo para ir a Pequim é de 1min59s72.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.