Gabriella Silva comemora segundo lugar nos 100 m borboleta

Gabriella Silva, de 17 anos, ainda feliz com o recorde sul-americano, comemorou o segundo lugar nos 100 m borboleta nesta quinta-feira, enquanto a finalista olímpica Joanna Maranhão, de 19 anos, lamentou o vice-campeonato nos 400 m medley, no segundo dia de competições do Troféu José Finkel de Natação, no Pinheiros.A franzina Gabriella, de 1,66 m e 52 kg, nadava os 100 m borboleta em 1min01s84, em março de 2005. Teve grande evolução com o técnico Alberto da Silva, o Albertinho, do Pinheiros, até o recorde, quebrado nas eliminatórias de quarta-feira, com 1min01s13. ?Fiquei feliz por nadar essa marca.? Rebeca Gusmão, do Serc São Caetano, também quebrou o recorde sul-americano dos 50 m borboleta, com 27s85, nesta quinta, nas eliminatórias da tarde. O recorde batido pela carioca Gabriela, que começou a nadar e competir no Fluminense, aos 6 anos, tinha dez anos - pertencia a Gabrielle Rose, desde a Olimpíada de Atlanta/96. Ontem, Daynara Paula, de São Caetano, venceu os 100 m borboleta (1min01s24), com Gabriella em segundo (1min01s61). Joanna Maranhão, do Nikita/Sesi, perdeu os 400 m medley (4min55s40) para a argentina Georgina Bardach (4min46s43), da Unisanta. A separação dos pais, o ?susto? pelo 5.º lugar na Olimpíada de Atenas/04, uma mudança mal sucedida para os EUA e Joanna precisou da ajuda de um psicólogo para tentar voltar aos bons resultados e superar o medo de nadar os 400 m medley. ?Eu nadei mal. Sinto um enorme peso nos 400 m medley. Procuro saídas para meu problema. Nessa piscina, no Brasileiro Júnior, fui cinco segundos mais rápida?, disse Joanna. Kaio Márcio, recordista mundial dos 50 m borboleta em piscina curta, e Thiago Pereira, campeão mundial (25 m) e finalista olímpico nos 200 m medley, também ocuparam o segundo lugar no pódio de suas provas nesta quinta. Nos 100 m borboleta, Gabriel Mangabeira, do Minas Tênis, com 53s74, venceu Kaio Márcio (53s80), do Nikita/Sesi. ?Desde agosto eu não competia em piscina longa. Foi uma prova rápida, decidida no final. Mas quero fazer o meu melhor tempo dos 200 m aqui?, disse Kaio - as eliminatórias da prova serão hoje, a partir das 17 horas. Rodrigo Castro, do Minas, levou o ouro nos 200 m livre (1min50s87), com o parceiro de clube Thiago Pereira, em segundo (1min51s57). ?Estou bem perto de meu ritmo para essa época do ano o tempo foi bom - meu melhor na prova é 1min51s00?, disse Thiago. Nesta quinta, o torneio teve recordes nos revezamento 4 x 50 m livre do Pinheiros, com Flávia Delaroli, Flávia de Jesus, Ana Coan e Tatiana Lemos (1min43s79); Nicholas Santos, César Cielo, Fernando Silva e Jader Souza (1min29s39).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.