''Ganhar do concorrente direto faz a diferença''

A rodada do fim de semana não poderia ter sido melhor para o Palmeiras. A derrota do líder Grêmio no sábado e a vitória alviverde sobre o até então vice Cruzeiro, ontem, deixou Vanderlei Luxemburgo animado. "Estamos vivos na competição", disse, após o duro combate no Mineirão.O treinador sabia que uma derrota em Belo Horizonte deixaria o Palmeiras longe do título. Agora, a apenas três pontos dos gaúchos - e com confronto direto com eles no dia 9 de novembro, pela 34ª rodada - as chances de ser campeão cresceram bastante. "Vamos trabalhar para incomodar."Experiente, Luxemburgo sabe quais jogos o time precisa ganhar para não deixar a taça escapar. A derrota para o Sport, na rodada anterior, foi doída, ainda mais por ter sido no Palestra Itália, mas um tropeço ontem poderia ter trazido conseqüências piores. O Cruzeiro, afinal, é um dos candidatos ao título."Em 2003, quando dirigia o Cruzeiro, ganhei do Santos em casa e fora. E, em 2004, o mesmo aconteceu quando estava no Santos: vencemos o Cruzeiro duas vezes", lembrou o treinador. "Ganhar do concorrente direto é que faz a diferença." Em 2008, o Palmeiras repete a fórmula. No primeiro turno, bateu os mineiros por 5 a 2 e ontem, novamente, saiu vencedor.Contra o Grêmio, o time paulista conseguiu bom empate em Porto Alegre. Dia 9 de novembro, no Palestra Itália, não pode pensar em tropeço ante seu rival na corrida pelo título. "O Grêmio tem a vantagem. Daqui pra frente cada jogo é uma decisão."RETIRO FELIZO trabalho realizado em Atibaia durante a semana teve reflexos no jogo de ontem. Os jogadores entenderam bem o que Luxemburgo havia pedido quando estavam no interior paulista e colocaram em prática no Mineirão. "Nossa semana foi bem proveitosa. Fizemos quatro trabalhos táticos para um dos nossos jogos mais importantes do ano", disse o técnico. "Os jogadores estão de parabéns." Apesar do resultado positivo, Luxemburgo apontou alguns problemas na equipe. Para começar, não gostou nada da expulsão de Lenny na segunda etapa - ele vai levar bronca. O comandante alviverde também não ficou satisfeito com o sistema defensivo. "A defesa foi uma porcaria. É que não perdemos o jogo." Na primeira etapa, principalmente, Luxemburgo reclamou das investidas dos jogadores do Cruzeiro pelas laterais. "Tomamos muitas bolas nas costas."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.