Ayrton Vignola/AE-1/4/2011
Ayrton Vignola/AE-1/4/2011

Ganso admite jogar no Corinthians

Camisa 10 do Santos desmente que tenha acertado com o Milan e deixa dúvida no ar quanto à mudança para o Parque São Jorge: 'Um dia pode acontecer'

SANCHES FILHO, O Estado de S.Paulo

29 de abril de 2011 | 00h00

A novela Ganso esquentou nesta quinta-feira. Pela primeira vez o camisa 10 santista admitiu jogar pelo Corinthians, embora tenha ressaltado que a mudança para um rival é complexa. "Seria complicado deixar o Santos para jogar lá (no Parque São Jorge). Mas um dia pode acontecer", disse Paulo Henrique Ganso, com o cuidado de fazer uma ressalva. "Ninguém pode prever o futuro."

A declaração de Ganso coincide com a informação publicada ontem pelo jornal italiano Corriere dello Sport, segundo o qual o jogador teria aceitado a proposta do Milan durante o encontro de seus representantes, Delcir Sonda (dono da DIS) e Thiago Ferro (executivo do grupo de investimento), com a direção do clube italiano. O craque ficaria no Corinthians até o término deste ano e se apresentaria em Milão no início de 2012.

Ao mesmo tempo em que abriu a possibilidade de disputar o Campeonato Brasileiro com a camisa corintiana, Ganso não confirmou ter aceitado a proposta (ainda não detalhada) do Milan. "Ainda não tem nada acertado com o pessoal do Milan. Quero jogar na Itália, mas ainda não tem uma data certa para eu deixar o Santos. A notícia é falsa. Sou jogador do Santos e ainda quero ganhar títulos. É isso que importa", disse o atleta à TV Globo.

Irredutível. Ganso recusou o plano de carreira oferecido pelo Santos, que previa aumento salarial de 250% - de R$ 130 mil para R$ 450 mil mensais. O motivo? O jogador não gostou do fato de o clube não aceitar a redução do valor da multa rescisória de 50 milhões para 25 milhões, o que facilitaria sua saída. Além disso, Ganso se sentiu esquecido pela diretoria durante os sete meses em que esteve afastado para se recuperar de cirurgia no joelho.

A estratégia do Milan para contratá-lo por um valor inferior aos 50 milhões passa pelo Corinthians. No encontro entre Ganso, Andrés Sanchez e Ronaldo, promovido no dia 8, na agência 9ine, teria ficado acertado que um grupo de investidores pagaria ao Santos o equivalente aos 45% dos direitos econômicos do jogador aos quais o clube tem direito.

Veja também:

som ESTADÃO ESPN - Jogadores próximos a Ganso diz que atleta está tranquilo

link Muricy diz que Santos vai se escalar no clássico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.