Eduardo Nicolau/AE
Eduardo Nicolau/AE

Ganso evita falar sobre futuro e garante foco nos Jogos

Reserva diz trabalhar para conquistar posto no time titular na seleção brasileira

MATEUS SILVA ALVES, O Estado de S. Paulo

22 de julho de 2012 | 10h01

Embora seja reserva da seleção brasileira, Paulo Henrique Ganso é um dos jogadores mais requisitados pelos jornalistas que acompanham a equipe em sua jornada olímpica. Por uma razão muito simples: todos querem saber o que será do talentoso meia quando a Olimpíada acabar.

Pouca gente acredita que ele continuará no Santos e sua ida para o Internacional é dada como praticamente certa, mas o paraense fez de tudo para escapar das perguntas sobre esse tema na entrevista coletiva que concedeu na manhã deste domingo, 22, na concentração da seleção.

O meia se limitou a lembrar que tem contrato com o Santos e a dizer que está pensando apenas na Olimpíada. "Hoje o meu futuro é o contrato com o Santos até 2015. Mas estou focado apenas na conquista da medalha de ouro olímpica, que é algo inédito para o futebol do Brasil".

Embora reconheça que negociações sempre mexem com a cabeça dos jogadores, Ganso garantiu que está tranquilo e concentrado em ajudar a seleção. E ele se diz confiante em recuperar a condição de titular, que perdeu para Oscar. "O Oscar está vivendo um momento excelente e eu venho de uma lesão, mas ainda assim vou trabalhar muito para voltar a ser a referência do meio de campo da seleção", afirmou o meia. "Sou uma pessoa feliz e estou vivendo um grande momento por poder ajudar o Brasil a ganhar uma medalha de ouro inédita".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.