Ganso mais perto de fechar com São Paulo

Presidente do Santos desistiu de cobrar o depósito de R$ 53 mi e, se receber R$ 23,8 mi, libera o meia para o Tricolor

FERNANDO FARO, O Estado de S.Paulo

13 de setembro de 2012 | 03h05

O São Paulo derrubou o último obstáculo para contratar Paulo Henrique Ganso. O presidente do Santos, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, cedeu e desistiu de cobrar o depósito dos R$ 53 milhões referentes aos 100% dos direitos do jogador e aceita a negociação pelos R$ 23,8 milhões referentes aos 45% a que o clube tem direito. Como já chegou a oferecer até R$30 milhões pela totalidade dos seus direitos, o Tricolor não hesitará em fazer uma nova investida - talvez ainda hoje - e sacramentar a negociação.

O acordo está bem encaminhado porque o DIS, detentor dos outros 55%, já se acertou com o São Paulo e abriu mão de qualquer quantia financeira. O grupo de investidores quer tirar Ganso da Vila Belmiro rapidamente e tem péssima relação com os dirigentes santistas. Ainda não está definida, no entanto, como a empresa será beneficiada em uma futura negociação. "Nem adianta apresentar (uma nova proposta) se for qualquer número inferior aos R$ 23,8 milhões. Já publicamos isso em nota oficial, e avisei ao São Paulo que é perda de tempo. Não adianta, eles só vão gastar mais tinta e papel, esse é o número pro Ganso sair do Santos", afirmou Luis Alvaro à Rádio Globo.

Com o fim da resistência santista, o Tricolor deve partir para o ataque derradeiro hoje logo após o desembarque da delegação. Responsável por conduzir a negociação, o diretor de futebol Adalberto Baptista está em Minas Gerais com o elenco e entrará em contato com Luis Alvaro tão logo chegue a São Paulo.

Ganso já tem salários acertados e está empolgado com a transferência após se dizer desvalorizado na. A diretoria inclusive já se informou sobre suas condições físicas e se convenceu que os problemas nos joelhos não irão interferir no seu futebol, fato que mais preocupava o presidente Juvenal Juvêncio.

O clima no Santos para Ganso é péssimo e até o lateral Léo reclamou que a novela estava "enchendo o saco". Ao que tudo indica, o último capítulo está muito próximo e com final feliz para os são-paulinos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.