Ganso se diz dividido entre rivais Milan e Inter

Paulo Henrique Ganso continua sendo assunto diário na imprensa italiana desde que anunciou a decisão de se transferir para Milan ou Internazionale, ambos de Milão, em breve, provavelmente na janela de julho. O meia declarou a Sky Sports, em entrevista concedida ontem, estar indeciso em relação aos dois clubes. "Eu me sentiria útil tanto para o Milan quanto para a Inter. Sinto que estou perto da Itália e espero jogar por uma das duas equipes. Vou dar o mais importante passo da minha carreira", disse.

, O Estado de S.Paulo

23 de abril de 2011 | 00h00

Ganso confirmou que conversa frequentemente por telefone com os "milaneses" Thiago Silva e Robinho, além de Leonardo, técnico da Inter.

O contrato de Ganso com o Santos termina no dia 28 de fevereiro de 2015 e a multa rescisória (via judicial) está estipulada em 50 milhões (R$ 113,8 milhões). Ganso detém 10% dos direitos e os 90% restantes pertencem em partes iguais ao clube e ao grupo de investimento DIS.

Há informações que o presidente do grupo Sonda e da DIS, Delcir Sonda, e o executivo Thiago Ferro viajam para a Itália hoje e na volta vão apresentar proposta de 25 milhões (mais de R$ 55 milhões) ao Santos, com Ganso abrindo mão de sua parte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.