Yuri Kadobnov/AFP
Yuri Kadobnov/AFP

Gareca aprova rivais do Peru na Copa: 'Nos farão buscar o máximo rendimento'

Técnico da seleção peruana enfrentará França, Austrália e Dinamarca na primeira fase do Mundial

Estadão Conteúdo

01 de dezembro de 2017 | 17h38

O técnico da seleção peruana, Ricardo Gareca, disse nessa sexta-feira, após o sorteio das chaves da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, que gostou de ter França, Austrália e Dinamarca como primeiros adversários, no Grupo C. Para ele, o nível de dificuldade que os peruanos encontrarão fará o time buscar o melhor rendimento possível.

Brasil enfrenta a Suíça, Costa Rica e Sérvia na fase de grupos

Argentina pegará a Islândia, Croácia e Nigéria na Copa

Alemanha cai em grupo da morte na busca pelo penta mundial

Cristiano Ronaldo iniciará caminho contra algoz velho conhecido

Baixe a tabela da primeira fase da Copa do Mundo 

"São rivais para tomar cuidado. É muito bom para nós. É importante. Nos farão buscar o máximo rendimento", disse o treinador, a uma emissora peruana. "É um grupo difícil, mas gostei. As características deles podem se adaptar bem às nossas."

De volta a uma Copa do Mundo depois de 36 anos, o Peru terá como principal desafio na primeira fase uma das seleções favoritas ao título em 2018, a França. "É um time que pode mostrar seu diferencial. O torcedor peruano precisa ficar tranquilo e confiar em nós. Vamos ter cuidado. Será um grande aprendizado, mas temos expectativas importantes."

O Peru estreia no Mundial contra a Dinamarca, no dia 26 de junho em Saransk. Depois, viaja a Ecaterimburgo para enfrentar a França. Por fim, joga contra a Austrália em Sochi.

AUSTRÁLIA

O zagueiro Bailey Wright, da seleção australiana, disse depois do sorteio que não teme enfrentar a França no Grupo C da Copa do Mundo.

"Você olha para a intensidade e os jogadores que eles têm para colocar em campo e percebe que é por isso que eles estão lá", disse, à Sky Sports. "Eles são alguns dos melhores do mundo. Mas é por isso que você quer jogar num torneio como esse. Você quer jogar contra os melhores países e os melhores jogadores, e a França tem isso. Mas vamos enfrentar qualquer um."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.