Garotada volta ao País bem mais valorizada

O nome de Danilo na lista de Mano Menezes para o amistoso da seleção principal contra Gana foi apenas o primeiro indício da valorização do grupo que participou da campanha no Mundial Sub-20. Os garotos voltam da Colômbia, em sua maioria, com moral. Além de Danilo, que fica no Santos até o final do ano, mas já acertou transferência milionária para o Porto, o time de Ney Franco tem outros jogadores que não devem demorar muito para deixarem o Brasil.

, O Estado de S.Paulo

21 de agosto de 2011 | 00h00

Casemiro está no topo da lista. Com dificuldade para renovar o contrato do jogador - recebe R$ 17 mil mensais e quer R$ 120 mil -, o São Paulo já recusou oferta da Inter de Milão e deve ser procurado pela Roma na próxima semana.

O time italiano, que foi atrás do são-paulino depois de consultar Paulo Roberto Falcão, deve abrir o cofre e apresentar uma proposta próximo dos 20 milhões (R$ 46,1 milhões) que foram pedidos pelo presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, para liberar o volante.

Companheiros de Casemiro, os atacantes Henrique e Willian José se valorizaram, sobretudo o primeiro, artilheiro da seleção brasileira na competição. Mesmo se não tiver espaço com Adilson Batista, há chance de descolar uma transferência.

A Europa também descobriu o lateral-esquerdo Gabriel Silva. O palmeirense se aproveitou da ausência de Alex Sandro, cortado por lesão, e teve boas atuações, despertando o interesse da Udinese, da Itália. Mesmo jogando pouco no Mundial, apenas 13 minutos, o antigo titular se transferiu para o Porto, de Portugal.

O volante Fernando, do Grêmio, e o meia Oscar, do Internacional, também se valorizaram e, além de entrarem na lista de reforços dos times europeus, como o Lyon, da França, voltam para ocupar um lugar de destaque em seus clubes no Brasil.

O mesmo vale para o goleiro Gabriel. Ele não volta para ser titular do Cruzeiro. Longe disso, mas pelo menos se destacou, sendo decisivo contra Espanha e México, e tem duas possibilidades: renovar o contrato que vence em maio com o time mineiro ou ir jogar na Europa.

A valorização veio também para Philippe Coutinho. Ele foi crescendo ao longo do Mundial e provou que pode ter espaço no poderoso elenco da Inter de Milão.

Quem agradece é Mano Menezes, que recebe de Ney Franco uma geração valorizada que vai buscar a medalha de ouro inédito nos Jogos Olímpicos de Londres no próximo ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.