Garotos terão novo torneio até dezembro

CBF lança campeonato com 32 clubes para manter na vitrine mais de mil garotos; ESPN vai transmitir 20 partidas

DANIEL AKSTEIN BATISTA, O Estado de S.Paulo

13 de setembro de 2012 | 03h07

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) lançou ontem, de forma oficial, a Copa do Brasil Sub-20, evento que terá o mesmo formato mata-mata da competição principal, contará com 32 times, com início no dia 2 de outubro e a grande final marcada para 15 de dezembro.

Realizada em parceria com a ESPN, que transmitirá 20 partidas ao vivo e tem os direitos até 2016, a Copa do Brasil Sub-20 foi criada com o objetivo de revelar novas promessas do futebol nacional, como destacou Virgílio Elísio da Costa Neto, diretor de competições da CBF.

"Nossa ideia é colocar na vitrine mil garotos que representam os 32 times. Será que 10% disso não têm um elevado nível técnico?", indagou o dirigente. "Será ótimo para os clubes e também para a seleção brasileira."

A competição deste ano ainda tem um caráter experimental. De acordo com Marco Polo Del Nero, presidente da Federação Paulista de Futebol e vice-presidente da CBF, a ideia é que representantes de todo o País disputem o torneio. "Ainda queremos fazer com que todo o Brasil participe, mas neste momento é economicamente inviável. Nas próximas edições vamos ver se dá para fazer uma pré-Copa (uma espécie de torneio classificatório) com mais gente", afirmou.

Apesar de a tabela com os confrontos já estar pronta, ainda não há uma definição para os locais dos jogos. Virgílio, no entanto, já afirmou que não haverá partida em nenhum Centro de Treinamento. "Os clubes é que vão escolher os seus estádios. Mas não imagino o São Paulo jogando no Morumbi para apenas 100 pessoas", afirmou Virgílio. "Temos de achar um meio-termo."

O Corinthians, por exemplo, deve começar jogando no estádio do Flamengo de Guarulhos, de acordo com Edu Gaspar, gerente de futebol do clube alvinegro. "Temos a intenção também de fazer jogos na Fazendinha, mas o estádio precisa passar por uma reforma", afirmou. O primeiro jogo da competição será entre Avaí e Corinthians, no dia 2 de outubro, em Florianópolis.

A CBF afirmou que Copa do Brasil terá portões abertos para o público, mas poderá haver cobrança de ingressos apenas para a final. Além disso, a entidade anunciou que fará a versão sub-17 da competição em 2013 e pretende lançar também a sub-15. "Queremos fechar um calendário fixo anual para as categorias menores", disse Virgílio, lembrando que não haverá nenhuma premiação em dinheiro para o campeão deste torneio, mas que a CBF bancará os gastos das viagens (transporte e hotel) de todas as equipes.

Aprovado. Edu Gaspar comemorou a criação da competição. Segundo ele, os clubes só ganham com isso. E ainda compara com um outro torneio bastante importante da categoria. "Para alguns clubes, a data da Copa São Paulo (em janeiro) acaba sendo ruim", contou. "Já estamos formando agora o nosso grupo para o ano que vem e não podemos esperar até janeiro para saber se podemos contar com um jovem ou não."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.