Darren Staples/Reuters
Darren Staples/Reuters

Gascoigne é multado na Inglaterra por comentário racista

Ex-jogador desembolsou mais de R$ 4 mil

Estadão Conteúdo

19 de setembro de 2016 | 12h16

Marcado por vários problemas dentro e fora de campo durante e após a sua carreira, o ex-jogador Paul Gascoigne se declarou culpado pelo crime de perturbação da ordem pública com agravantes raciais e recebeu uma multa nesta segunda-feira. O ex-meia do Tottenham e da Lazio admitiu ter usado "ameaçadoras ou abusivas palavras ou comportamento" em direção a um segurança negro em novembro durante o seu espetáculo "An Evening with Gazza", em Wolverhampton, na região central da Inglaterra.

A confissão de culpa de Gascoigne, de 49 anos, ocorreu durante o seu julgamento em um tribunal da cidade de Dudley. E pelo incidente, o ex-jogador foi multado em mil libras (aproximadamente R$ 4.260). "Você procurou conseguir risadas de um público de mais de mil pessoas por causa da cor da pele do senhor Rowe", disse Graham Wilkinson, o juiz do distrito. "Não é aceitável usar esse tipo de palavras como uma forma de piada".

Gascoigne, que é considerado um dos mais talentosos jogadores de futebol da Inglaterra nas décadas recentes, enfrentou nos últimos anos problemas de alcoolismo e de saúde mental. Ele defendeu a seleção do seu país na Copa do Mundo de 1990 e na Eurocopa de 1996.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.