Gaúcha comanda veleiro na Copa do Rei

Disputar a Copa do Rei, na Espanha, em 2002, é o sonho da gaúcha Lélia Winckler, a primeira mulher brasileira a comandar um veleiro em competições oceânicas. "Com o patrocínio da Bavária, agora temos condições de participar desta grande disputa náutica", festejou a comandante, durante a apresentação de seu novo barco. Na Copa do Rei, os velejadores partem do sul da França e terminam na Espanha. Além da disputa, a prova é marcada pela participação de vários convidados especiais nas embarcações, como os atores Antônio Banderas e Sharon Stone. "Essa é uma das vantagens deste esporte. Temos nossa tripulação, no total de dez pessoas, e ainda podemos levar um convidado, que goste de velejar, para nos ajudar", explicou Winckler. O entusiasmo de Winckler pode ser explicado pelo fechamento do contrato de patrocínio, com um ano de duração, com a cervejaria Bavária. A empresa tornou-se pioneira, ao explorar as novas regras de patrocínio nos barcos, e pintar toda a embarcação com as suas cores e a sua logomarca. Com o novo patrocínio, Winckler conseguiu realizar uma reforma na embarcação, além de equipá-la com novas velas e equipamentos de navegação, comandados por satélite, para a disputa do circuito brasileiro de vela oceânica. O primeiro desafio internacional do veleiro Lélia/Bavária, modelo SAST 395, de 39 pés, que sempre competirá na classe ORC Club, será em Ilha Bela, no litoral norte de São Paulo, de 14 a 22 de julho. Antes, ele participa da Regata Alberto Ravazano, na Ilha de Palmas (RJ), a ser disputada no dia 24 de junho. "No Nordeste, investimos no futebol. No interior de São Paulo, em vaquejadas. E, no litoral do Rio, optamos pela vela", disse o presidente da cervejaria, Ricardo Mayer. Ele não quis revelar o valor dos investimentos reservados pela empresa para o esporte brasileiro, apenas que o faturamento anual da marca é de US$ 1,5 bilhão. "É o suficiente para eles (equipe náutica) e para atingir nossos objetivos de divulgação." Desde que foi adquirida pela empresa canadense Molson, no final do ano passado, a Bavária adotou a política de investir no esporte para fortalecer sua marca. No Canadá, a Molson patrocina uma das ligas e um dos principais times de hóquei, o Canadiens, além de estar presente na Fórmula Indy e em competições de snowboard.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.